#éboatos

Em SP, fotógrafos são agredidos por causa de boato de sequestro de crianças

Por conta do rumor, muitos profissionais que realmente trabalham na área estão sofrendo ameaças e agressões.





//

Na internet circula o boato de que pessoas estariam se passando por fotógrafos para sequestrar crianças e vender seus órgãos. Por conta do rumor, muitos profissionais que realmente trabalham na área estão sofrendo ameaças e agressões. A informação falsa ganhou força nesta semana na internet e gerou preocupação aos pais.

Em São Mateus, na zona leste de São Paulo, pelo menos seis empresas, além de autônomos, já sofreram algum tipo de ameaça ou agressão devido às falsas mensagens.

Junto com as mensagens, áudios também são compartilhados, com mães que supostamente conhecem as vítimas, descrevendo como a ação ocorreu e até de supostas vítimas dando detalhes dos crimes.

O comando das Polícias Civil e Militar na região informaram que não consta nenhum atendimento de ocorrência desta natureza.

Assista a reportagem feita pela TV Record:

Tópicos