Fraude

Em Quirinópolis, polícia prende servidores suspeitos de golpes no ‘Minha Casa, Minha Vida’

Dezoito vítimas já fizeram denúncias na delegacia, em Quirinópolis, GO.





//

Dois servidores da Prefeitura de Quirinópolis, a cerca de 290 quilômetros de Goiânia, foram presos na quarta-feira (23/09) suspeitos de aplicar golpes em moradores da cidade.

Segundo a Polícia Civil, eles cobravam dinheiro das vítimas alegando ela desta forma elas poderiam ser incluídas no programa habitacional “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal. Os suspeitos negam as acusações.

Segundo informações da Polícia Civil, 18 pessoas procuraram a delegacia para informar que foram enganadas por Welder Oliveira Silva, que atua na área de meio ambiente, e Mônica Aparecida Ranieri, da área de trânsito. As vítimas desembolsaram quantias entre R$ 800 e R$ 3,5 mil.

As residências que eles ofereciam na cidades já estão todas ocupadas. Após perceberem o golpe, os moradores passaram a procurar a prefeitura, que também informou o caso à polícia.

Os dois servidores foram suspensos das funções e podem ser exonerados, caso as suspeitas sejam confirmadas.