Geração de emprego

Em junho, Goiás registrou 1.863 novos empregos celetistas, diz Caged

Os setores de atividade que mais contribuíram para esta elevação foram: Construção Civil (+1.079 postos) e Agropecuária (+668 postos).




Em junho de 2015 foram gerados 1.863 empregos celetistas no Estado de Goiás. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED),.

De acordo com o Caged, o número equivale à expansão de 0,15% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês anterior, colocando Goiás em 4º lugar no ranking por unidade da federação.  Os setores de atividade que mais contribuíram para esta elevação foram: Construção Civil (+1.079 postos) e Agropecuária (+668 postos).

Na série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo, nos cinco primeiros meses do corrente ano houve acréscimo de 22.942 postos (+1,86%), o melhor resultado da Região Centro-Oeste.

Segundo Arquivaldo Bites, superintendente tegional do Trabalho e Emprego em Goiás, o destaque na geração de empregos é da cidade de Inhumas, na região metropolitanda da Capital, que gerou 687 novos postos.

De acordo com o superintendente, o crescimento de empregos em Inhumas foi registrado no setor sucroalcooleiro, que faz parte da Agropecuária. Já a construção civil, foi resposável pela  contratação de 493 novos postos em Goiânia.

“Diante da atual conjuntura econômica os dados de Goiás são animadores, principalmente na Construção Civil, o que significa mais famílias com direito a dignidade”.” Afirmou Bites.

Tópicos