Campeonato Brasileiro

Em jogo polêmico, Goiás vence e tira Palmeiras do G4

O clube paulista dominou a posse de bola no primeiro tempo e criou as melhores chances.




Na noite desta quarta-feira, o Serra Dourada sediou um jogo com reclamações dos dois times sobre a arbitragem, mas com um golaço de Bruno Henrique definiu a vitória por 1 a 0 do Goiás, que deixa a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. E o Palmeiras deixa a faixa de classificação para a Libertadores.

O clube paulista dominou a posse de bola no primeiro tempo e criou as melhores chances. Em uma delas, Barrios balançou as redes em posição legal, segundo as imagens da televisão, mas a arbitragem anulou o lance. Antes do intervalo, o time ainda pediu pênalti em chute do paraguaio que tocou no braço de Gimenez.

No segundo tempo, o Goiás se lançou à frente, acertou o travessão em cobrança de falta de Fred e pediu pênalti em carrinho de João Paulo que teve seu braço tocando na bola. Aos 17 minutos, contudo, Bruno Henrique deixou João Pedro no chão antes de concluir a bela jogada tocando por cima de Fernando Prass, fazendo o único gol validado da partida.

O Palmeiras estaciona nos 34 pontos, cai da quarta para a sexta posição e tenta se recuperar às 16 horas (de Brasília) de domingo, recebendo o líder e arquirrival Corinthians, no Palestra Itália. O Goiás, que atinge 25 pontos e supera o Avaí, chegando à 16ª colocação, também joga às 16 horas de domingo, visitando o Grêmio em Porto Alegre (RS).

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 X 0 PALMEIRAS

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 2 de setembro de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison e José Javel Silveira (ambos do RS)
Cartões amarelos: Alex Alves, Ygor e Felipe Menezes (Goiás); Gabriel Jesus, Victor Ramos e Vitor Hugo (Palmeiras)

Gol:
GOIÁS: Bruno Henrique, aos 17 minutos do segundo tempo

GOIÁS: Renan; Gimenez (Murilo), Alex Alves, Fred e Diogo; Rodrigo, Patrick e David; Bruno Henrique (Ygor), Erik e Zé Love (Wesley)
Técnico: Julinho Camargo

PALMEIRAS: Fernando Prass; João Pedro, Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio (João Paulo); Amaral, Thiago Santos (Rafael Marques) e Robinho; Dudu, Gabriel Jesus e Barrios (Alecsandro)
Técnico: Marcelo Oliveira

Tópicos