Em Jataí, polícia apreende explosivos usados para detonar caixas eletrônicos

Ainda foram encontradas duas porções de cocaína, duas porções de crack e uma balança de precisão na casa


Thaynara Cunha

Do Mais Goiás | Em: 25/03/2019 às 16:17:22


(Foto: Divulgação / PM)
(Foto: Divulgação / PM)

Aproximadamente 1,5 quilo de explosivos foram apreendidos em Jataí no último domingo (24). Eles teriam sido roubados de uma pedreira e seriam usados para detonar caixas eletrônicos. Um traficante já conhecido e outras duas pessoas foram presas durante a ação.

Ainda foram encontradas duas porções de cocaína, duas porções de crack e uma balança de precisão na casa, que fica no Jardim da Liberdade. Três pessoas foram presas suspeitas de serem responsáveis pelo material e de fazer parte de associação criminosa para o tráfico.

O 15º Batalhão da Polícia Militar (BPM) recebeu denúncia de que o traficante Fernando Pereira Silva, conhecido como “Fernandinho”, esconderia drogas no local. A moradora da casa, Mayara Ferreira Borges, de 27 anos, assumiu que as drogas eram dela, mas disse que os explosivos eram do padrasto de Fernandinho, chamado João Cristiniano Machado de Rezende. Os dois foram encontrados em outro lugar, com uma porção de maconha e mil reais em dinheiro.

Mayara, Fernando e João foram presos em flagrante pelos crimes de posse de explosivos sem autorização, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

João Cristiniano teria desviado os explosivos da pedreira onde trabalhava.O material era utilizado para explodir blocos de pedra maciços. A principal suspeita é que seriam usados para detonar caixas eletrônicos. Caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Jataí.

Uma equipe do Esquadrão de Bombas do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi enviada a Jataí para transportar e detonar os explosivos em local seguro.

(Foto: Divulgação / PM)

(Foto: Divulgação / PM)

(Foto: Divulgação / PM)

(Foto: Divulgação / PM)

*Thaynara da Cunha é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Thaís Lobo