VACINA

Em Goiás, sobe para 12 o número de macacos mortos por causa de febre amarela

Último caso de febre amarela em humano foi registrado em 2017, de acordo Coordenação de Zoonoses da SES


Laylla Alves
Do Mais Goiás | Em: 17/11/2020 às 18:35:02

Em Goiás, sobe para 12 o número de macacos mortos por causa de febre amarela (Foto: Arquivo/Agência Brasil)
Em Goiás, sobe para 12 o número de macacos mortos por causa de febre amarela (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

Sobe para 12 o número de macacos mortos por causa de febre amarela em Goiás. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), o último caso foi confirmado nessa segunda-feira (16), em Luziânia, a 54,9 km de Brasília.

A pasta informou que foram confirmados seis casos em Goiânia;  dois em Aparecida de Goiânia; dois em Aragoiânia; um em Abadia de Goiás; e, agora, em Luziânia.

A secretaria relatou que a vacina contra febre amarela está disponível nas salas de vacinação. A dosagem funciona da seguinte forma: crianças menores de cinco anos tomam duas doses, enquanto as maiores de cinco dose única. Até o momento, o percentual de bebês menores de 1 ano imunizados contra a doença é de 62,78%.

Vale ressaltar que, segundo a Coordenação de Zoonoses da SES, o último caso de febre amarela em humano foi registrado em 2017. É importante lembrar, também, que uma pessoa infectada não transmite a doença diretamente para outra. A transmissão da febre amarela só é possível através da picada do mosquito Aedes aegypt.

*Laylla Alves é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira