Silêncio

Em Goiânia, Bolsonaro chama de ‘idiota’ pergunta sobre carona de parentes em helicóptero da FAB

Irritado, o presidente encerrou uma entrevista nesta sexta-feira (26) depois de chamar de "idiota" pergunta feita pela Folha de S.Paulo


Bárbara Zaiden
Do Mais Goiás | Em: 26/07/2019 às 23:04:38


Em visita a Goiânia na noite desta sexta-feira (26), o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) se recusou a responder à pergunta de uma repórter. A coletiva de imprensa durou 50 segundos e teve início com a fala da repórter. Ela foi impedida de terminar a frase. “Presidente, familiares do senhor viajaram em um avião presidencial”. Foi quando Bolsonaro a interrompeu e disse: “Tem familiares meus aqui. Eu prefiro ficar com eles do que responder a uma pergunta idiota como essa”. Nesse momento, o assessor da Presidência retirou o microfone da mão dela.

Ao seguir para a próxima pergunta, outro repórter questionou o presidente. “Porque o senhor não vai responder essa pergunta?”. Foi quando Bolsonaro encerrou a coletiva e deixou o espaço dos jornalistas.

Na tarde desta sexta-feira (26) foi notificado que a família Bolsonaro usou um helicóptero presidencial para fins pessoais. A aeronave teria transportado familiares do presidente para o casamento do filho dele, Eduardo Bolsonaro, em maio deste ano, com a psicóloga Heloísa Wolf. As informações são do G1.

Osvaldo Bolsonaro Campos, sobrinho do presidente, postou um vídeo nas redes sociais em que ele e várias pessoas embarcam em um helicóptero H-36 Caracal, com camuflagem, da Força Aérea Brasileira (FAB). “E aí, senhores, estamos bonitos? Vamos passear de… helicóptero. Saiu a caravana do Vale do Ribeira direto para o Rio de Janeiro. Vamos, caravana”, diz ele na gravação.

Militares da Força Aérea, fardados, ajudam os passageiros a embarcar e a afivelar os cintos de segurança. Segundo o G1, depois de questionar o uso da aeronave ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI) o vídeo foi apagado. Todo o trajeto  de 35 km e 14 minutos de vôo foi gravado, Nas imagens, aparecem outras pessoas, entre elas, irmãs de Bolsonaro e o deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ).

Essa é a terceira visita do presidente a Goiás desde que foi eleito. Agora, ele recebeu a Medalha da Ordem do Mérito Tiradentes Grã-Cruz. Essa é a maior honraria concedida pela Polícia Militar de Goiás (PM-GO). Ele participou do evento que marca os 161 anos da PM-GO e também a formatura da 45ª turma de Aspirantes. Isso porque o sobrinho dele, cadete Luiz Paulo Leite Bolsonaro, foi um dos formandos.

Junto com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), o presidente almoçou na fazenda do cantor Amado Batista. Em um vídeo que rodou nas redes sociais, Bolsonaro aparece em um momento descontraído, no qual come e curte o anfitrião cantar um dos maiores sucessos da carreira, a música Princesa.

O pesselista passou a tarde no Comando de Operações Especiais do Exército Brasileiro. Nas redes sociais oficiais dele foram postados vídeos em que ele aparece usando um fuzil para treinar tiro ao alvo. “Conhecendo os modernos armamentos das tropas de Forças Especiais e Comandos do Exército Brasileiro”, diz a legenda da publicação.

*Atualizada às 23h20. Com informações do G1