Programa de governo

Em Goiânia, Bolsa Família pode ser cancelado a 80% de beneficiários por falta de acompanhamento em saúde

Prefeitura organiza mutirão de atendimento para regularizar situação das famílias cadastradas. Ação ocorrerá neste sábado, 20, entre 8h e 17h, em Cras da Capital





//

As secretarias municipais de Assistência Social (Semas) e Saúde (SMS) realizarão no próximo sábado (20/06) uma força-tarefa para dar atendimento em saúde aos beneficiários do Programa Bolsa Família, do governo federal.

Esta é a segunda vez no ano que a Prefeitura de Goiânia promove mutirão para regularizar a situação das famílias cadastradas para que elas não percam o benefício, sendo que a primeira foi feita no mês de maio.  No momento, mais de 19 mil famílias não estão com o acompanhamento em dia. Na última ação, apenas 4.438 famílias foram atendidas, cerca de 19% do total, muito abaixo dos 75% preconizados pelos Ministério da Saúde (MS).

São esperadas, principalmente, mulheres em idade fértil, gestantes de 14 a 49 anos e crianças até os 7 anos de idade. As pessoas deverão ir munidas de cartão de vacinação e do Número de Identificação Social (NIS).

A integrante do Setor de Saúde da Mulher, Criança e Adolescente, Márcia Antônia Lemos, destacou a importância da ação. “oos beneficiados devem atender a várias condicionalidades. Por isso, é importante que eles tenham esse acompanhamento. Nós vamos conferir se as vacinas das crianças estão em dia, como está a saúde das gestantes e peso e altura dos integrantes da unidade familiar”, explica.

Os dados recolhidos durante a atualização do quadro de saúde dessas pessoas também são de extrema importância para a criação de medidas preventivas e políticas públicas de ação em saúde. A atualização deve ser feita obrigatoriamente uma vez por semestre, em qualquer uma das unidades de saúde da rede pública. A ação do dia 20 acontecerá das 8h às 17h, em unidades dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).