"Fazer o bem sem olhar a quem"

Artista revitaliza caçambas de lixo e transforma obra de arte em ponto de coleta solidária

Projeto "Caçamba do Bem" utiliza recipientes estilizados para recolher brinquedos, alimentos, agasalhos e outros itens que posteriormente são endereçados a instituições de caridade


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 08/08/2018 às 16:42:39

Movimento vem chamando atenção em Goiânia (Foto: Divulgação/ Caçamba do Bem)
Movimento vem chamando atenção em Goiânia (Foto: Divulgação/ Caçamba do Bem)

Um projeto artístico e solidário vem chamando a atenção de quem passa por alguns parques de Goiânia. Isso porque o artista de rua Homero, de 30 anos, revitaliza caçambas de lixo para transformá-las em pontos de coletas de doações. Sapatos, roupas e agasalhos estão entre os itens coletados, os quais são entregues a instituições filantrópicas.

Com o nome de Caçamba do Bem, o projeto é uma vertente do movimento Coração de Rua, que espalha grafites em formato de coração em muros da capital. “O mundo precisa de mais amor e estamos tentando fazer isso. Além de visualizarem a arte, é possível contribuir com algo que a pessoa não utiliza mais, mas pode ter importância para o próximo”, explica Homero.

O artista destaca que as caçambas foram doadas por uma empresa interessada na proposta. No momento, as caçambas são rotativas e estão localizadas nos Parques Flamboyant, Cascavel, Macambira-Anicuns, Bosque dos Buritis, Vaca Brava, Praça do Sol e na Paróquia Sagrada Família, na Vila Canaã, onde permanecerão até o dia 2 de setembro.

“Nos reunimos com os representantes da RG Entulhos e desenvolvemos essa ideia de ter um posto de coleta diferenciado. As caçambas passaram por um trabalho de assepsia (limpeza) e depois foram pintadas. Nelas, as pessoas estão colaborando com alimentos, roupas, calçados, brinquedos, entre outras coisas”, destaca.

Voluntários denominados “guardiões do amor” recolhem as doações, as quais são organizadas e destinadas às entidades beneficiadas. “Qualquer pessoa pode fazer o bem. é o que o mundo está precisando. E não custa nada ajudar quem precisa, esse projeto existe para isso”, ressalta.

Interessados podem conferir a localização das caçambas em tempo real por meio do site do evento.

Caçambas são divididas em vários pontos da capital (Foto: Divulgação/Caçamba do Bem)