Série B

Em estreia de Jorginho, Atlético-GO bate Náutico por 2 a 0

O Dragão começou o jogo pressionando seu adversário.





//

Em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o técnico Jorginho conseguiu sua primeira vitória no comando do Atlético-GO, com o placar de 2 a 0 sobre o Náutico. Criando muito mais oportunidades, o Dragão foi superior durante grande parte do jogo, intercalando com alguns lampejos da equipe pernambucana.

O Dragão começou o jogo pressionando seu adversário. Logo no início da partida, em cobrança de escanteio, o goleiro do Náutico, Júlio César, fez uma difícil defesa salvando o clube pernambucano. Ainda no início do jogo, o Dragão continuou pressionando e, aos 6 minutos da etapa inicial, a equipe goiana abriu o marcador com Juninho.

Afobado, o time do Náutico não conseguia uma boa troca de passes. Sem o domínio das jogadas, o Timbu possuía dificuldades para igualar o marcador. Com o passar do tempo, a equipe pernambucana passou a se tranquilizar e criar melhores jogadas, assim dominando as ações no ataque.

Após o momentâneo domínio do Timbu, o Atlético-GO voltou a ter o controle do jogo. Aos 39 minutos, o goleiro Júlio César fez uma defesa dificílima salvando o clube pernambucano de sofrer o segundo gol, que dificultaria ainda mais a partida no Serra Dourada. No finalzinho do primeiro tempo o Rubro-negro teve outra oportunidade de gol com Pedro Bambu, mas Piauí deu um carrinho pontual afastando o perigo.

O primeiro tempo terminou 1 a 0 para a sorte do Náutico, que correu o risco de sofrer mais gols durante os primeiros 45 minutos. Julio César realizou ao menos três defesas que poderiam ter resultado em gol.

No início do segundo tempo, o Náutico voltou a campo mostrando maior poderio ofensivo, buscando o ataque nos primeiros minutos. Apesar da iniciativa da equipe pernambucana, aos oito minutos, Arthur empurrou a bola pras redes em lance esquisito, após se chocar com Guilherme e Júlio César: 2 a 0 Atlético-GO.

Aos 19 minutos da etapa complementar, a equipe do Náutico perdeu uma chance incrível com Rogerinho que chutou fraco dentro da pequena área, para alívio do goleiro Márcio.

Após ampliar o marcador, a equipe goiana passou a explorar os contra-ataques. Com inteligência, o Atlético-GO administrou a partida sem maiores riscos e garantiu os três pontos.