Do Mais Goiás

Em casa, Vila Nova é derrotado pelo Bahia e fica em desvantagem na Copa do Brasil

Meia Rodriguinho marcou o gol do triunfo tricolor no OBA. Para avançar, Tigre precisará vencer partida de volta

Foto: Vitor Monteiro/Mais Goiás

O Vila Nova larga em desvantagem na terceira fase da Copa do Brasil. Na tarde desta terça-feira (01), o Tigre foi superado por 1 a 0 pelo Bahia, no Onésio Brasileiro Alvarenga. Rodriguinho fez o gol do jogo.

A partida de volta será na quarta-feira, dia 9, no estádio de Pituaçu. Empate classifica o Bahia. O time goiano – que enfrenta o Avaí no domingo, pela segunda rodada da Série B, fora de casa – precisa vencer por dois gols de diferença para avançar. Triunfo por um gol leva a definição para as penalidades.

O confronto

O primeiro tempo começou com amplo domínio do Bahia, que envolveu o Vila com troca de passes.  Logo aos 8 minutos, Thaciano cruzou para Rodriguinho, que emendou de primeira e carimbou a trave. Aos 16, o camisa 10 tricolor acertou belo voleio e parou em grande defesa de Georgemy. No rebote, Thaciano foi bloqueado. Outra grande chance dos visitantes aconteceu aos 19, quando, em contra-ataque, Thonny Anderson entortou Pedro Bambu e, na saída do goleiro, deu uma cavadinha, carimbando a trave.

Com o decorrer do primeiro tempo, o Bahia perdeu intensidade e deu mais campo ao Vila Nova, que apostava em jogadas pelas pontas, mas sem sucesso nos cruzamentos. As principais oportunidades coloradas saíram dos pés de Kelvin, que fez boa jogadas individuais e deu trabalho em duas finalizações, mas parou em Mateus Claus.

Logo no primeiro minuto da etapa final, o Bahia abriu o placar. Rossi cruzou do bico da grande área pela direita e Rodriguinho cabeceou com precisão, no canto esquerdo, deslocando o goleiro da equipe goiana. Com dificuldades no setor ofensivo – tanto na parte de criação, quanto nas finalizações -, o Vila mexeu. A entrada de Cardoso deu mais vida ao ataque do Tigre. Na sua primeira participação, o atacante chutou forte e obrigou o goleiro tricolor a fazer boa defesa. A melhor chance dos mandantes veio aos 25, quando João Pedro – outra novidade – dividiu na entrada da área e a sobra ficou com Pedro Júnior, que cara a cara com Claus, carimbou o arqueiro.

O Vila Nova ainda carimbou o travessão aos 36, em cobrança de falta de Dudu. A resposta tricolor foi com Aleson, que reclamou de pênalti ao cair, após fintar o goleiro Georgemy. Também em cobrança de falta, Juninho chutou forte, sobre o travessão, na última chance do Bahia.

Ficha técnica:
Vila Nova 0 x 1 Bahia
Ida da terceira fase da Copa do Brasil
Data: 01 de junho de 2021,
Horário: 16h30
Local: Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS); Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e André da Silav Bitencourt (RS)
Cartões amarelos: Kelvin (Vila); Matheus Bahia, Patrick, Conti (Bahia)
Gol: Rodriguinho (Bahia) a 1′ do 2T

Vila Nova: Georgemy; Pedro Bambu, Renato, Walisson Maia e Willian Formiga; Deivid, Dudu e Arthur Rezende (João Pedro); Pedro Júnior, Henan (Cardoso) e Kelvin (Thiaguinho).
Técnico: Wagner Lopes.

Bahia: Mateus Claus, Renan Guedes, Conti, Juninho e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Jonas), Daniel (Matheus Galdezani) e Thaciano; Rodriguinho (Alesson), Thonny Anderson (Gilberto) e Rossi (Oscar Ruiz).
Técnico: Dado Cavalcanti.