Líder provisório

Em Arena lotada, Goiás surpreende e bate Palmeiras

Time goiano marca no contra-ataque e chega a três jogos sem sofrer gol





//

O palmeirense já parece acostumado com jogos às 11 da manhã e esgotou os ingressos à disposição, mas teve um domingo completamente incomum. O time, vestido todo de branco, permitiu ao Goiás que usasse verde, e foi da equipe que honrou a cor esmeraldina a festa pela vitória por 1 a 0, quebrando um significativo período de invencibilidade dos comandados de Oswaldo de Oliveira em casa. E tirando a paciência da torcida, que vaiou o time e xingou o técnico.

O Palmeiras não perdia no Palestra Itália desde que levou 1 a 0 do Corinthians, em 8 de fevereiro. Desde então, foram dez partida sem derrota como anfitrião, com nove vitórias e um empate. Neste domingo, porém, a equipe mostrou que não sabe fazer gols e foi punido em grande jogada de Bruno Henrique que culminou no gol de Péricles, aos 31 minutos do segundo tempo.

O Verdão, que escolheu ser branco, ainda teve um jogador a mais desde que levou o gol, já que Bruno Henrique subiu nas escadas de acesso à torcida do Goiás e levou cartão vermelho. Mas nada ajudou o Palmeiras, que ainda perdeu Victor Ramos, expulso nos acréscimos.

O Palmeiras ampliou um longo jejum de vitórias em Brasileiros: não ganha uma partida pela competição desde 2 de novembro, quando bateu o Goiás, há quase sete meses. Neste ano, a equipe de Oswaldo só somou dois pontos em três rodadas e, no próximo compromisso pelo torneio, visitará o Corinthians no próximo domingo, em Itaquera.

Antes, volta a jogar em casa às 22 horas (de Brasília) na quarta-feira, recebendo o ASA pela Copa do Brasil, mesmo dia em que o Goiás enfrenta o Ituano, às 19h30. No Brasileiro, o time de Hélio dos Anjos soma sete pontos e será anfitrião diante do Grêmio no próximo domingo.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 1 GOIÁS

Local: Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 24 de maio de 2015, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Público: 37.337 pagantes
Renda: R$ 2.410.600,00
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Clovis Amaral da Silva (PE)
Cartões amarelos: Valdivia, Victor Ramos, Leandro Pereira, Lucas, Kelvin e Leandro (Palmeiras); Rafael Forster, Wesley, Péricles e Willian Kozlowisk (Goiás)
Cartões vermelhos: Victor Ramos (Palmeiras); Bruno Henrique (Goiás)

Gol:
GOIÁS: Péricles, aos 31 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel (Alan Patrick) e Zé Roberto (Leandro); Robinho, Valdivia e Kelvin; Leandro Pereira (Cristaldo)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

GOIÁS: Renan; Everton, Felipe Macedo, Alex Alves e Rafael Forster; Patrick, Rodrigo, Péricles (Willian Kozlowisk) e Arthur (Robert); Erik (Wesley) e Bruno Henrique
Técnico: Hélio dos Anjos

Tópicos