Violência

Em Aparecida de Goiânia, homem é morto após urinar em muro; pai e filho são suspeitos do crime

De acordo com a Polícia Civil, houve discussão e agressões físicas. Pai, então, teria dito para o filho pegar a arma e atirar na vítima, que morreu na hora


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 03/08/2019 às 13:22:56

Caso será investigado pela GIH (Foto: Divulgação / PC)
Caso será investigado pela GIH (Foto: Divulgação / PC)

Um jovem de 25 anos foi assassinado, na noite desta sexta-feira (2), após urinar em um muro do Bairro Independência, em Aparecida de Goiânia. Segundo a Polícia Civil (PC), pai e filho são suspeitos de cometerem o crime contra Rafael Oliveira de Sousa, de 25 anos. Um está preso e o outro está foragido.

A vítima estava em um bar da região e saiu do estabelecimento para urinar no muro dos suspeitos. Houve então uma discussão entre Rafael e o pai e, logo após, agressões físicas. Na luta corporal, os homens caíram em um lote baldio. A vítima atingiu o suspeito com uma pedrada e saiu correndo. “Nesse momento, ele teria gritado pro filho pegar a arma e atirar para matar. O menino saiu de moto, disparando, e um dos tiros atingiu a vítima, que morreu na hora”, conta o delegado Álvaro Melo.

Segundo Álvaro, o filho fugiu após o crime. O pai foi socorrido e encaminhado ao Cais do Colina Azul. “Equipes da Guarda Civil Metropolitana da cidade conseguiram encontrar ele na unidade. Ele admitiu que houve a briga, mas disse que desmaiou e não viu quem teria disparado contra o jovem. Porém, uma testemunha que estava no local relatou que ouviu ele gritando para o filho para pegar a arma e atirar”. conta.

O corpo de Rafael foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). Segundo o delegado, o pai recebeu alta na manhã deste sábado (3) e foi encaminhado para o 1° Distrito Policial da cidade. O filho já foi identificado, mas não teve o nome divulgado. Eles serão autuados por homicídio doloso qualificado pelo motivo fútil.