Política

Em 2003, Bolsonaro parabenizou esquadrões da morte

No mesmo ano, CPI investigou esquadrões e um dos relatórios, sobre a Bahia, apontava 198 óbitos de jovens por morte violenta com características similares

FolhaPress | Postado em: 24/06/2018 às 14:11:56
Em 2003, Bolsonaro parabenizou esquadrões da morte
Jair Bolsonaro é capitão reformado do Exército e defensor do regime militar (Foto: Agência Brasil)


Compartilhe



Compartilhe