Decisão

Eleição para diretório do MDB em Goiás é mantida pela Justiça

Votação acontecerá hoje na sede do diretório estadual, no Setor Aeroporto, das 8h00 às 13h00. Daniel Vilela concorre à reeleição


Thais Lobo
Do Mais Goiás | Em: 19/01/2019 às 08:18:43

Daniel Vilela (Foto: Divulgação)
Daniel Vilela (Foto: Divulgação)

O Tribunal de Justiça de Goiás derrubou ontem a liminar que suspendia a convenção do MDB e manteve a eleição do novo diretório para este sábado (19). A votação acontecerá na sede do diretório estadual, no Setor Aeroporto, das 8h às 13h.

A decisão da desembargadora Nelma Perilo derrubou liminar do juiz Sandro Fagundes, solicitada pelo prefeito de Catalão, Adib Elias, que questionava a realização da convenção na data marcada. Como o grupo de dissidentes do MDB não apresentou chapa, concorrerá somente uma na convenção.

Em sua decisão, a desembargadora justificou que o edital de convocação seguiu todos os prazos estabelecidos pelo estatuto do partido e estava dentro da legalidade. Nelma Perilo argumenta ainda que o grupo adversário sequer apresentou chapa para concorrer, mesmo a eleição em janeiro tendo sido definida pelo diretório em outubro.

Para a desembargadora, se a eleição fosse suspensa haveria prejuízo à manutenção do diretório, que vence no dia 5 de fevereiro. Atual presidente da sigla, o deputado federal Daniel Vilela concorre à reeleição.

Divididos

Atualmente, existe um “racha” interno no MDB. O grupo de Adib apoiou o atual governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), durante as eleições de 2018.O outro grupo apoiou a candidatura de Vilela, que foi derrotado no mesmo pleito.