Próxima terça

Eleição do 3º vice da mesa diretora deve ter disputa entre Henrique César e Adriana Accorsi

“Oportunidade de crescimento”, diz o deputado; “cargo em você tem mais poder de pautar os direitos das mulheres”, defende a petista


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 13/11/2019 às 18:51:36

Henrique César e Adriana Accorsi (Fotos: Alego)
Henrique César e Adriana Accorsi (Fotos: Alego)

A votação para o 3º vice da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) deve ocorrer na próxima terça-feira (19), segundo o presidente da Casa, Lissauer Vieira (PSB). Além disso, a disputa deve se concentrar em apenas dois candidatos: Henrique César (PSC) e Adriana Accorsi (PT).

Henrique afirma já ter realizado uma conversa “muito saudável” com toda a base do governo. Inclusive com Wagner Neto (Pros) e Paulo Cezar (MDB), que também tinham colocado seus nomes, inicialmente, mas que devem abrir mão pelo candidato único.

Segundo Henrique César, somar com a mesa é sempre importante. “Oportunidade de crescimento para quem assume e também para ajudar o presidente.”

Representar as mulheres

Adriana Accorsi, por sua vez, quer pautar a questão da presença das mulheres na mesa. “A mesa é a direção, a liderança da Casa e tem que representar o povo goiano. As mulheres são mais da metade da população de Goiás, dos eleitores. Não é justo que não tenha nenhuma na mesa.”

Mesmo com expectativa, a petista não está otimista. “Sou uma deputada de oposição e base é muito obediente. Acho muito difícil conseguir, mas continuar [com a candidatura].”

A parlamentar revelou já ter recebido pedidos de colegas para que desistisse. Ainda assim, ela pretende seguir em frente para evidenciar a dificuldade das mulheres no espaço de poder.

“É um cargo em que você tem mais poder de pautar os direitos das mulheres. Então acredito que seria muito justo ter uma mulher na mesa”, diz ela sobre a relevância do cargo, ao citar que Goiás é um dos Estados mais violentos do Brasil para mulheres. “”

3º vice

O cargo de 3º vice da mesa diretora foi aprovado no último mês, junto à matéria que antecipou a eleição da mesa diretora. No texto original de Lucas Calil (PSD) está previsto um aumento proporcionalidade para uso do pequeno expediente pelas deputadas.

A antecipação da eleição e a criação da vaga de 3º vice veio por meios e emenda do deputado Henrique Arantes (MDB). Atualmente, entre os 41 deputados estaduais existem somente duas mulheres: Adriana Accorsi e Lêda Borges (PSDB).