Ressocialização

Egressos do sistema prisional vão fazer curso profissionalizante no IFG

A ação visa propor novas oportunidades para àqueles que já cumpriram pena em unidades prisionais possam se reintegrar à sociedade com mais dignidade e autonomia


Goiás Agora

Do Goiás Agora | Em: 21/03/2019 às 09:42:22


Foto: IFG
Foto: IFG

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (Dgap), em conjunto com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) e a Defensoria Pública do Estado, prorrogaram até esta sexta-feira (22), as inscrições para o Projeto Alvorada: inclusão social e produtiva de pessoas egressas do sistema prisional.

A ação visa oferecer curso profissionalizante àqueles que já cumpriram pena em unidades prisionais da administração penitenciária em Goiás e propor novas oportunidades para que estes possam se reintegrar à sociedade com mais dignidade e autonomia de sustentabilidade social.

O projeto conta com recursos disponibilizados pela União via Departamento Penitenciário Nacional (Depen), captados pelo IFG. O curso, com durações de cinco meses será realizado no Câmpus Oeste do IFG, no Jardim América em Goiânia. O projeto também irá oferecer aos egressos durante sete meses acompanhamentos na busca de empregos, fator que visa garantir chances de empregabilidade nas áreas da qualificação que eles farão.

De acordo com o gestor do projeto, professor Emmanuel Victor Hugo Moraes, diretor de Ensino e Extensão do IFG, a importância da ação está em dar acesso à educação aos egressos do sistema prisional. “Em geral, eles não têm acesso à educação formal, saem sem qualificação, possuem no currículo a passagem pelo sistema prisional, não conseguem nada e aí muitas vezes acabam voltando para a criminalidade”, esclarece Moraes.

Inscrições

As inscrições são realizadas, diariamente, das 8h às 16horas e 30 minutos, na Gerência de Educação, Módulo de Respeito e Patronato da Dgap, na Rua Travessa Bezerra de Menezes, Setor Sul, antiga Rua 94-A , ao lado do Centro Cultural Martim Cererê em Goiânia.

No ato da inscrição os interessados deverão apresentar os documentos pessoais e comprovante de endereço atualizado.

A divulgação dos resultados será feita no dia 02 de abril, ressaltando que as matrículas devem ser realizadas pessoalmente nos dias 08 e 09 de abril, na Gerência de Pesquisa e Extensão na Avenida C -198, n º 743, Jardim América, Goiânia.

O projeto

A ação surgiu a partir de iniciativa do Instituto Federal de São Paulo, com a aplicação da metodologia de atenção, e atualmente conta com cerca de R$ 660 mil reais oriundos do Depen, valor que será aplicado no pagamento das bolsas aos egressos do sistema prisional goiano.

De acordo com o diretor-Geral da Dgap, Coronel Wellington Urzêda, a realização do projeto proporcionará maior efetividade da determinação do governador Ronaldo Caiado na ampliação das oportunidades de reintegração social, para pessoas que cumprem ou já cumpriram pena em Goiás. Esse programa será um marco inicial de vários que este governo realizará com foco na ressocialização”, afirma Urzêda.

O diretor-geral da Dgap complementa que “tais melhorias fazem parte de diretrizes estabelecidas entre o Governo do Estado com a Secretária de Segurança Pública e a Dgap, baseadas na Lei de Execução Penal vigente”, diz.

Durante os cursos os egressos contarão com o apoio de uma equipe multidisciplinar, composta por psicólogos, professores, técnicos e pedagogos.

O Curso

Os inscritos irão participar do curso de Eletricista Instalador Predial de Baixa Tensão, após o qual estarão aptos a atuar nos segmentos de construção civil e execução de novas instalações elétricas.