Do Mais Goiás

Eduardo Pazuello pode faltar em depoimento da CPI da Covid nesta quarta-feira (5)

Segundo presidente da comissão, Pazuello iria entrar em quarentena após ter contato com pessoas infectadas pelo vírus

STF deve acatar habeas corpus para Pazuello se manter em silêncio na CPI, diz jurista
STF deve acatar habeas corpus para Pazuello se manter em silêncio na CPI, diz jurista (Foto: Marcello Camargo/ Agência Brasil)

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, Omar Aziz (PSD-AM) afirmou durante a sessão desta terça-feira (4) que o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pode não prestar o depoimento previsto para quarta-feira (5). Segundo do senador, Pazuello teria entrado em contato com pessoas contaminadas pelo vírus e ficaria em quarentena.

Após receber comunicado nesta terça, Aziz afirmou: “o ministro Pazuello teve contato com dois coronéis auxiliares dele esse final de semana que estão com Covid. Segundo a informação que eu tenho, ele vai entrar em quarentena e não virar depor amanhã [quarta]. Essa é a informação não oficial, é extraoficial”.

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) criticou o ex-ministro da Saúde e lembrou do episódio em que Pazuello foi flagrado andando sem máscara em um shopping de Manaus no último dia 25 de abril.

Agora, a presidência da comissão aguarda comunicado formal, para que faça o adiamento da oitiva do ex-ministro e transferência do depoimento do também ex-ministro Nelson Teich – que está agendado para a tarde de hoje – para quarta.