Celebridades

Eduardo Costa é condenado em processo movido por Fernanda Lima

Sertanejo terá de cumprir 50 horas de trabalho comunitário como pena, após chamar apresentadora global de "imbecil" no ano passado


Murillo Soares
Do Mais Goiás | Em: 18/04/2019 às 19:09:21

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Eduardo Costa perdeu um processo movido pela apresentadora Fernanda Lima e foi condenado a cumprir 50 horas de trabalho comunitário durante um mês. Ação foi iniciada após o sertanejo chamar a global de “imbecil” em 2018. A pena foi sugerida pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ).

Em dezembro do ano passado, Fernanda Lima fez uma publicação no Instagram para comentar o processo. “Depois de ser difamada, agredida e ameaçada por ele através de um post indignado, procurei orientação jurídica a fim de proteger a mim e à minha família. Fui orientada a processá-lo, pois dessa forma inibiria agressões futuras. E assim o fiz”, explicou, escreveu ela, que inicialmente pediu uma indenização de R$ 100 mil por danos morais.

Eduardo e Fernanda não se posicionaram sobre o assunto.

(Foto: Reprodução/Rede Globo)

RELEMBRE o que aconteceu entre Fernanda Lima e Eduardo Costa:

Durante o programa que apresentava na Rede GloboAmor e Sexo, Fernanda Lima criticou o conservadorismo no Brasil. As frases da loira repercutiram e ganharam comentários nas redes sociais. Um deles foi de Eduardo Costa.

Chamando-a de “imbecil” nas redes sociais, o cantor sertanejo, em uma publicação no Instagram, chegou a dizer que “a mamata vai acabar” e que “a corda sempre arrebenta para o lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está”.

Após a repercussão do texto, Eduardo Costa pediu desculpas na web e na televisão, durante uma entrevista ao Conversa Com Bial, da Rede Globo.