Polícia

Duas toneladas de queijo estragado seriam vendidas em comércio de Anápolis

Caminhoneiro estava com carga escondida. Além dos queijos impróprios para consumo, PRF o flagrou com arma, munição e anfetamina (rebite)


Jairo Menezes
Do Mais Goiás | Em: 08/12/2017 às 18:38:50


Um motorista não identificado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi preso com duas toneladas de queijo estragado. O condutor do veículo, que transitava na BR-153, em Uruaçu, a 280 quilômetros de Goiânia, também estava com uma arma de fogo, munição e cartelas com capsulas de anfetamina (rebite).

(Foto: PRF-GO)

A Vigilância Sanitária foi acionada para constatar a impossibilidade de consumo do produto, que já apresentava bolor e mau cheiro, por estar em estado de decomposição.

“Todo o produto teria sido adquirido pelo condutor do veículo em cidades do interior do Pará, mas seriam levados para Anápolis para ser vendido em bares, supermercados, restaurantes e lanchonetes”, disse o inspetor Newtom Moraes, chefe do Núcleo de Comunicação da PRF-GO.

O condutor deverá responder por porte ilegal de arma de fogo e munição, além de posse de medicamento proibido de venda e transporte de alimento impróprio para consumo humano.