Cidades

Duas pessoas da mesma família morrem com suspeita de dengue hemorrágica

Neste ano a Secretaria Municipal de Saúde já recebeu 9.626 notificações de casos de dengue


Karla Araujo

Do Mais Goiás | Em: 20/04/2017 às 15:14:39


Denícia Pereira e João Pereira, mãe e filho, morreram com duas de diferença (Foto: Agência Brasil)
Denícia Pereira e João Pereira, mãe e filho, morreram com duas de diferença (Foto: Agência Brasil)

Duas pessoas da mesma família morreram nesta semana com suspeita de dengue hemorrágica. Denícia Pereira, de 93 anos, e o filho dela, João Pereira, de 50 anos, estavam internados e morreram na última terça-feira (18), com 12 horas de diferença. Eles moravam no Jardim Curitiba, em Goiânia, a apenas uma rua de distância.

A sobrinha de Denícia, Ana Carolina Pereira, de 35 anos, conta que os dois membros da família foram internados no dia 9 de abril. Denícia estava no Hospital São Marcos e João foi internado no Hospital de Doenças Tropicais (HDT). “Os dois estavam com dengue há alguns dias, mas estavam bem. Ninguém esperava que uma tragédia assim acontecesse. Estamos todos chocados”, afirmou Ana Carolina.

Denícia e o filho foram enterrados ontem (19) no Cemitério Parque Memorial. João deixa esposa, dois filhos e três netos. A mãe dele tinha três filhos, 34 netos, 22 bisnetos e um tataraneto.

Por nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que os dois casos foram notificados e já estão em processo de investigação para comprovar que a causa da morte de Denícia e João foi dengue hemorrágica.

Ainda segundo a SMS, apenas neste ano já foram notificados 9.626 casos de dengue em Goiânia e uma morte foi confirmada. No ano passado, 14 pessoas morreram por causa da doença e quase 63 mil casos foram notificados.