Carga roubada

Donos de papelarias de Goiânia são presos por vender cadernos roubados

Os comerciantes terão as empresas fechadas judicialmente. Eles responderão por receptação qualificada e organização criminosa


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 13/12/2018 às 16:45:50

Presos pela Polícia Civil nesta quinta-feira (13) (Foto: Divulgação/PC)
Presos pela Polícia Civil nesta quinta-feira (13) (Foto: Divulgação/PC)

Na manhã desta quinta-feira (13), a Polícia Civil de Goiás, representada pela Delegacia Estadual De Repressão A Furtos E Roubos De Cargas (Decar), deflagrou a Operação Páginas da Vida, acarretando na prisão de sete pessoas por receptação qualificada e organização criminosa.

A quadrilha é acusada de vender cadernos de um carregamento roubado em Anápolis, cidade a 50 quilômetros de Goiânia. A Decar ainda não revelou a identidade dos presos, mas, segundo a Polícia Civil, dos sete presos que vendiam cadernos roubados, quatro são empresários do ramo de papelarias. As investigações em torno dos criminosos começaram em outubro.

Donos de papelaria foram presos acusados de vender mercadoria roubada (Foto: Divulgação/PC)

A comercialização dos produtos seria feira em várias papelarias da região metropolitana de Goiânia, o que levou as equipes policiais a realizarem o mapeamento de vários comércios que teriam recebido o carregamento roubado.

Os membros da organização criminosa tiveram as prisões preventivas solicitadas, e os comércios serão fechados judicialmente. Mais da metade do carregamento foi recuperado e objetos serão restituídos aos devidos proprietários.