Crime

Dono de pizzaria em Aparecida de Goiânia é condenado pelo homicídio de criança

George Araújo de Souza é dono de uma pizzaria e matou uma menina de 11 anos com tiro na cabeça


Karla Araujo
Do Mais Goiás | Em: 17/07/2017 às 14:44:22

Kerolly Alves Lopes levou dois tiros, na perna e na cabeça (Foto: Arquivo pessoal)
Kerolly Alves Lopes levou dois tiros, na perna e na cabeça (Foto: Arquivo pessoal)

O Tribunal do Júri de Aparecida de Goiânia condenou George Araújo de Souza a 6 anos e 6 meses de prisão, pelo crime de homicídio praticado contra Kerolly Alves Lopes, em 26 de abril de 2014. A sessão, que aconteceu na última sexta-feira (14), foi presidida pelo juiz Leonardo Fleury Curado Dias, e a acusação sustentada pelo promotor de Justiça Paulo Pereira dos Santos.

O réu, que é dono de uma pizzaria, matou a menina de 11 anos com um tiro na cabeça, depois de ter discutido com o pai dela, Sinomar Firmino Lopes. Conforme sustentação do MP-GO, Sinomar e George haviam se desentendido alguns meses antes do crime, em razão da demora na entrega de uma pizza.

Assim, Sinomar foi tomar satisfação com o comerciante, uma vez que ficou sabendo que George tinha comprado uma arma para matá-lo. Sinomar foi ao local com as filhas, pedindo que elas ficassem dentro do carro.

Ainda durante a discussão, George sacou uma arma, quando as crianças saíram do carro para tentar proteger o pai. Neste momento, o dono da pizzaria atirou duas vezes, acertando Kerolly na perna e na cabeça. A criança morreu no dia 6 de maio, depois de internação em estado gravíssimo por dez dias no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).