Entorpecentes

Dois são presos e 800kg de maconha apreendidos durante operação contra o tráfico em Jataí

Buscada em Campo Grande (MS), a droga estava sendo levada para Goiânia. O ponto de entrega era uma posto de combustíveis da capital


Hugo Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 10/06/2018 às 17:26:44

Avisado por batedor, menor que dirigia carro com a droga tentou fugir, mas acabou detido (Foto: reprodução/COD)
Avisado por batedor, menor que dirigia carro com a droga tentou fugir, mas acabou detido (Foto: reprodução/COD)

Na sexta-feira (9), agentes do Comando de Operações de Divisas (COD) apreenderam 800 kg de maconha na GO-184, em Jataí. Enquanto um carro, Toyota Ethios, conduzido por um menor de 17 anos levava a droga, um homem, em um Renault Logan seguia na frente, equipado com um rádio para alertá-lo sobre a presença de policiais. Mesmo com o equipamento de comunicação, ambos foram detidos e com os veículos e drogas foram levados à delegacia do município.

A prisão foi feita durante uma operação de combate ao tráfico de drogas. Ao perceberem que o carro possuía um comunicador via rádio, agentes desconfiaram do homem que se dizia “muambeiro”. Simultaneamente, mas em outro ponto da rodovia, policiais perceberam que um Ethios, o qual seguia no mesmo sentido, realizou um retorno súbito na GO.

Corredor da delegacia ficou pequeno diante da quantidade de tabletes de maconha apreendidos (Foto: reprodução/COD)

“Por causa do rádio, achamos que os condutores estavam juntos e enviamos uma viatura para fazer o acompanhamento do carro em fuga. A abordagem foi realizada após cerca de 5km de distância percorrida. Lá o menor confessou que o motorista do Logan era um batedor e que levavam a droga de Campo Grande (MS) para Goiânia”, observa o tenente Flávio Borges, comandante do COD na Região Sudoeste do estado.

Durante a entrevista com os indivíduos, a polícia ainda descobriu que o Ethios havia sido roubado em Aparecida de Goiânia há aproximadamente um mês. “O ponto de entrega seria em um posto de combustíveis em Goiânia. Não podemos afirmar, mas certamente há envolvimento de alguma facção do crime organizado no transporte dessa quantidade de entorpecentes”, observa Borges. Assista ao vídeo produzido pela equipe após a apreensão: