Segurança pública

Dois detentos morrem durante rebelião na Unidade Prisional de Catalão

A rebelião aconteceu na madrugada desta terça-feira

Cidades



Dois presos morreram e pelo menos outros seis detentos ficaram feridos na madrugada desta terça feira (01/03) após uma tentativa de fuga frustrada na Unidade Prisional de Catalão, a 256 quilômetros de Goiânia. Os mortos foram atacados pelos próprios colegas de cárcere durante uma briga entre gangues rivais.

De acordo com o Coordenador da Unidade Prisional de Catalão, Wendhel Ricardo Silva, por volta das 23 horas de ontem (29/02), presos de duas celas conseguiram arrombar as grades e tentaram fugir pelo pátio. O agente prisional que estava na guarita efetuou disparos de advertência, sendo que um dos tiros atingiu na perna o preso Flávio Henrique S. Oliveira, que foi socorrido e medicado.

Com a fuga frustrada, os detentos então iniciaram uma rebelião, onde João Paulo Santos Lacerda, que cumpria pena por homicidio, e Josué Alves dos Santos, que responde por roubo e tráfico foram mortos com golpes de madeira e faca.

Acionado, o Grupo de Operações Regionais (Gore) de Caldas Novas invadiu o presídio e colocou fim ao motim por volta das duas horas desta terça feira. Na invasão, os agentes efetuaram disparos de balas de borracha que feriram ao menos cinco detentos.

Todos, segundo a Secretaria de Segurança Publica e Administração Penitenciária foram medicados e liberados. Os danos causados no presídio durante a rebelião, ainda de acordo com a SSPAP, já estão sendo sanados.