Tênis

Djokovic arrasa Berdych, avança e garante número 1

Sérvio sabe que fechará pela terceira vez um ano como o jogador número 1 do mundo




Novak Djokovic assegurou em grande estilo dois objetivos que buscava nesta sexta-feira. O sérvio arrasou o checo Tomas Berdych por duplo 6/2, em Londres, avançou às semifinais do ATP Finals e por tabela garantiu a liderança do ranking mundial até o final de 2014. Ele só poderia ser alcançado pelo suíço Roger Federer neste torneio que reúne os melhores tenistas da temporada, mas agora já sabe que fechará pela terceira vez um ano como o jogador número 1 do mundo.

Essa foi a terceira vitória arrasadora de Djokovic em três jogos neste ATP Finals, fato que o fez assegurar a liderança do Grupo A, no qual não perdeu nenhum set e acumulou 36 games vencidos e apenas nove perdidos até aqui. Com isso, terá pela frente neste sábado o japonês Kei Nishikori, vice-líder do Grupo B, em umas das semifinais da competição.

Já a segunda posição do Grupo A será definida ainda nesta sexta no confronto entre o suíço Stan Wawrinka e o croata Marin Cilic, que se enfrentam a partir das 18 horas (de Brasília). O jogador da Suíça é o atual vice-líder da chave, enquanto Berdych é o terceiro colocado e Cilic segura a lanterna, com duas derrotas em duas partidas.

Quem ficar na vice-liderança do Grupo A irá encarar Federer nas semifinais. Líder do Grupo B, o suíço também avançou à próxima fase com três vitórias em três partidas e agora tem a busca do título do ATP Finals como única motivação neste final de semana, pois não possui mais chances de roubar a liderança do ranking de Djokovic.

Em grande fase, o sérvio acumulou nesta sexta a sua 30ª vitória seguida em quadras cobertas e a 13ª consecutiva no ATP Finals, onde defende a condição de atual bicampeão invicto.

Para ampliar essa invencibilidade, ele precisou de apenas uma hora e nove minutos em quadra diante de Berdych. Sem oferecer nenhuma chance de quebra de saque ao rival no primeiro set, converteu dois de três break points para abrir a vantagem inicial de 6/2. Em seguida, voltou a conseguir duas quebras em três oportunidades e mais uma vez confirmou todos os seus serviços para repetir o 6/2 que liquidou a partida.

NO HALL DOS GIGANTES
Djokovic, que também fechou uma temporada na liderança do ranking em 2011 e 2012, se tornou apenas o sétimo tenista a obter este feito por três ou mais vezes, seguindo os passos de Pete Sampras (6), Jimmy Connors e Roger Federer (ambos com 5), Ivan Lendl e John McEnroe (4) e Rafael Nadal (3).

Confirmado no topo, ele recebeu o troféu de líder da temporada após o jogo com Berdych e beijou o troféu dentro de quadra ladeado por outras três lendas do tênis: Boris Becker (seu atual treinador), McEnroe e Mats Wilander.