Eduardo Pinheiro
Do Mais Goiás

DJ está em coma no Hugo após ser agredido no Carnaval

Ele teria levado um chute de um lutador de taekwondo. Delegado diz que havia briga generalizada

Morreu na manhã deste sábado (7) o DJ Rikelmy Oliveira Lemes, de 19 anos, internado após levar chute na cabeça quando tentava separar uma briga em uma festa de carnaval. (Foto: Reprodução/ Facebook)
Morreu na manhã deste sábado (7) o DJ Rikelmy Oliveira Lemes, de 19 anos, internado após levar chute na cabeça quando tentava separar uma briga em uma festa de carnaval. (Foto: Reprodução/ Facebook)

O DJ Rikelmy Oliveira Lemos, de 19 anos, continua em coma na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo). Ele respira por aparelhos desde que foi internado após levar um chute na cabeça durante uma briga em uma festa de Carnaval, na região da Avenida Ricardo Paranhos, no Setor Marista.

Segundo relatório da unidade de saúde, Rikelmy está em estado gravíssimo e instável. O jovem está internado no Hugo desde a segunda-feira (24) quando foi encaminhado após ser atendido no Cais da Vila Nova, onde sofreu convulsões.

Um dos suspeitos apontados pela agressão é um lutador de taekwondo, de 24 anos. Esse atleta estaria envolvido em outra briga, com outro jovem. Rikelmy teria tentado apartar e acabou sendo agredido também com um chute no rosto. Ao levar a pancada, o DJ caiu no chão desacordado. 

Ao ver DJ Rikelmy caído no chão, o suspeito fugiu do local.

De acordo com o delegado Leandro Pinheiro, que investiga o caso, houve uma briga generalizada na festa em que Rikelme estava. Ele salienta que é possível que a vítima tenha sido agredida por mais de uma pessoa, mas destacou que ainda ouve os supostos envolvidos e testemunhas, para assim ter condições de responsabilizá-los ou não.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal www.EMAISGOIAS.com.br pelo WhatsApp (62) 98272-3896 ou entre em contato pelo (62) 3259-6500