FolhaPress

Disneylândia reabre na Califórnia com restrições e sem abraço ao Mickey

Parque recebe apenas residentes do estado e tem capacidade limitada a 25%

Menina de 9 anos morre após reação alérgica com comida na Disney
(Foto: Reprodução Twitter)

Máscaras, checagem de temperatura e um Mickey Mouse sem poder dar abraços foi o que aguardava visitantes que foram à Disneylândia na Califórnia, nos Estados Unidos, nesta sexta (30), quando o parque temático reabriu pela primeira vez em mais de um ano.

Seguindo diretrizes de segurança contra o coronavírus, “O Lugar Mais Feliz da Terra” reabriu apenas para residentes da Califórnia e com capacidade limitada a 25%, para permitir o distanciamento social.

Sob as regras, visitantes com idade a partir de dois anos de idade devem usar máscaras e não podem dar os tradicionais abraços a personagens como Mickey Mouse e Branca de Neve. Além disso, não haverá desfiles e o show de fogos que acontece ao final do dia foi pausado para evitar aglomerações.

Jocelyn Bonilla, que está entre os mais de 28 mil funcionários do parque temático que foram desligados durante o período de fechamento, afirmou estar feliz em estar de volta.

“Sou uma das pessoas que foram dispensadas, então me sinto bem em retornar”, diz. “Ver as pessoas, ver as coisas voltando ao normal, é ótimo.”

Os ingressos para a Disneylândia estão esgotados até meados de junho, de acordo com o sistema de reservas online do parque. A Disneylândia, localizada a 56 quilômetros ao sul de Los Angeles, em Anaheim, foi inaugurada em 1955.

A Walt Disney fechou seus parques temáticos ao redor do mundo em março de 2020 para ajudar a conter a pandemia de Covid-19. O resort mais visitado da empresa, o Walt Disney World em Orlando, Flórida, foi reaberto em julho de 2020.