HOMICÍDIO

Dirigente do MST é sequestrado e morto a tiros no interior do Paraná

Bandidos levaram a vítima no próprio carro, segundo informações da Polícia Militar (PM)


Laylla Alves
Do Mais Goiás | Em: 26/10/2020 às 19:00:25

Dirigente do MST é sequestrado e morto a tiros no interior do Paraná (Foto: Reprodução)
Dirigente do MST é sequestrado e morto a tiros no interior do Paraná (Foto: Reprodução)

O dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) do Paraná foi sequestrado e assassinado a tiros. Os investigadores estimam que o crime tenha ocorrido entre a noite de sábado (25) e a manhã deste domingo (26), em Rio Bonito do Iguaçu, cidade do interior do estado, onde Ênio Pasqualin vivia com sua família.Conforme  a MST, Ênio estava com a família em casa, no Assentamento Ireno Alves dos Santos, quando foi surpreendido por um grupo armado. O bando invadiu a residência e o levou no próprio carro.Segundo informações da Polícia Militar (PM), a esposa da vítima relatou que o grupo chegou a pé, efetuou disparos no local, roubou documentos, celulares e outros objetos pessoais e, finalmente, saiu com o dirigente na caminhonete da própria  vítima. Somente na manhã deste domingo, o corpo de Pasqualin foi encontrado em uma estrada rural.

Em nota, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra lamentou a morte do dirigente e cobrou uma resposta das autoridades.

“Tiraram a vida de um pai, de um marido, deixando suas duas filhas, o filho e a esposa com uma dor inexplicável. À família e aos companheiros e companheiras enlutados os mais profundos sentimentos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Cobramos o esclarecimento dos fatos, a investigação e prisão dos envolvidos. Aos nossos mortos nenhum minuto de silêncio, mas uma vida toda de luta!”, diz nota.

😢 Nota de falecimento de Ênio Pasqualin

Com profunda tristeza o MST/PR comunica o falecimento de Ênio Pasqualin, executado a tiros em Rio Bonito do Iguaçu, no Assentamento Ireno Alves dos Santos.

📲 Saiba mais: https://t.co/svkeXSjBbC#NenhumMinutoDeSilêncio#UmaVidaDeLutas

— MST Oficial (@MST_Oficial) October 25, 2020

*Com informações do Metrópoles