Agência O Globo
Agência O Globo
Do Agência O Globo

Dinamarqueses dobram compra de brinquedos sexuais em meio a isolamento do coronavírus

Só na primeira semana deste mês, vendas da líder de mercado do setor no país aumentaram 110%

As vendas de brinquedos sexuais mais do que dobraram na Dinamarca depois em meio a isolamento do coronavírus. (Foto: Pixabay)
As vendas de brinquedos sexuais mais do que dobraram na Dinamarca depois em meio a isolamento do coronavírus. (Foto: Pixabay)

As vendas de brinquedos sexuais mais do que dobraram na Dinamarca depois que seus cidadãos foram orientados a ficar em casa para limitar a proliferação do novo coronavírus, de acordo com o maior varejista da mercadoria no país.

“Fico feliz por estarmos fazendo algo bom durante esta época difícil, em que as pessoas se sentem vulneráveis”, disse Mathilde Mackowski, coproprietária da Sinful, a maior comerciante nórdica de brinquedos sexuais.

Na primeira semana de abril, as vendas da Sinful aumentaram 110% na Dinamarca, onde a empresa estima dominar três quartos do mercado total.

O Eroti.dk, maior site de crítica de brinquedos sexuais do país, disse que o tráfego mais que triplicou durante o isolamento se comparado com o mesmo período do ano passado.

Concorrente do Zoom:Facebook lança versão desktop do Messenger após explosão na demanda por videochamadas

A procura por jogos e brinquedos sexuais para casais, especificamente, disparou. A Sinful disse que a venda de um desafio de amor de 10 dias para casais aumentou mais de quatro vezes desde meados de março na comparação com o mesmo período antes do isolamento.

“Acho que é muito natural que, quando passamos mais tempo juntos, queiramos um pouco de diversão a mais”, opinou Mackowski.”Cuidamos mais uns dos outros em tempos difíceis, e isso também se reflete em nossas vidas sexuais.”

Todos os dias, a varejista despacha cerca de 1.500 pacotes a consumidores virtuais da Dinamarca, Noruega, Suécia e Finlândia. Em toda a região, as vendas dobraram na primeira semana de abril quando comparadas com a mesma época do ano passado.

Os dinamarqueses são famosos por sua ‘hygge’ – palavra traduzida aproximadamente como “aconchego” – por estarem entre os povos mais felizes do mundo e por suas leis progressistas, como a legalização da pornografia em 1969, muito antes da maior parte da Europa.