Estadao Conteúdo
Estadao Conteúdo
Do Estadao Conteúdo

Diego elogia Abel Braga, mas destaca responsabilidade do Fla: ‘Jogaremos em casa’

O rubro-negro é o vice-líder, com 68 pontos, já os gaúchos estão na primeira colocação, com um ponto a mais

Diego Ribas. Foto: Maarcelo Cortes / Flamengo

Flamengo e Internacional entram em campo neste domingo (21), pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, para uma “decisão”. Em meio à preparação para o duelo entre os dois primeiros colocados da tabela de classificação – os gaúchos lideram com 69 pontos, um a mais que os cariocas -, o meia e capitão Diego, do time rubro-negro, comentou sobre o duelo.

O jogador comentou sobre o reencontro entre o Flamengo e o técnico Abel Braga, atualmente no comando do Internacional. Segundo Diego, o elenco rubro-negro segue se preparando da melhor forma para fazer uma grande partida. O treinador dirigiu o Flamengo em 2019 e foi substituído por Jorge Jesus.

“Eu tenho respeito e carinho pelo Abel. Um prazer encontrá-lo nessa situação. Ele está estudando e analisando a nossa equipe para ser um jogo equilibrado. Da nossa parte a mesma coisa, vamos nos preparar da melhor forma possível e vamos jogar em casa. Esperamos fazer um grande jogo”, disse.

Outro assunto abordado foi Willian Arão. Na quinta-feira (18), o volante sofreu um trauma e foi diagnosticado com fratura no dedo do pé direito. Diego lamentou o ocorrido, mas tratou a possível ausência do companheiro, que vinha atuando como zagueiro, com naturalidade.

“Ainda não tivemos oportunidade de falar com ele. Mas o Arão é um dos pilares desse time por tudo que representa por jogador e pessoa. Se jogar domingo, será importante. Se não jogar, nós temos que usar isso como motivação. Temos um elenco para substituí-lo à altura e continuar sendo competitivo”, afirmou Diego.

O meia também fez uma breve análise do Flamengo na temporada de 2020, recordou os três títulos conquistados (Recopa Sul-Americana, Supercopa do Brasil e Campeonato Carioca) e espera ganhar o Brasileirão para fechar com chave de ouro.

“Nós conquistamos três títulos até agora, estamos disputando mais um, muito importante. Se não me engano, a última vez que o Flamengo foi bi brasileiro foi na década de 80. O balanço dela eu só poderei fazer quando terminar. Vale ressaltar a resiliência dessa equipe, de comissão técnica, com essa temporada atípica. Ninguém foi mais prejudicado que o Flamengo nessa pandemia. Todos foram prejudicados, mas nossa equipe está acostumada a jogar para 60 mil pessoas. Foi mais uma situação que tivemos que superar para chegar aqui. Seguiremos focados e, quando terminar a temporada, poderemos falar com mais propriedade”, concluiu.

Líder do Brasileirão, o Internacional conquista o título em caso de vitória. Empate ou vitória do Flamengo deixam a decisão para a 38.ª e última rodada, na próxima quinta-feira. Os gaúchos receberão o Corinthians, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, e os cariocas enfrentarão o São Paulo, no estádio do Morumbi, na capital paulista.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal www.EMAISGOIAS.com.br pelo WhatsApp (62) 98272-3896 ou entre em contato pelo (62) 3259-6500