CNH

Detran-GO assume bancas para carteira de motorista após 14 anos

Inhumas foi escolhida para abrigar o projeto-piloto da retomada das bancas examinadoras, que vinham sendo realizadas pela Universidade Estadual de Goiás


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 28/08/2019 às 11:58:01

Detran autorizou cursos online durante pandemia. (Foto: Divulgação/Detran-GO)
Detran autorizou cursos online durante pandemia. (Foto: Divulgação/Detran-GO)

Depois de 14 anos, o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) voltou a assumir integralmente uma banca examinadora para candidatos à Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A cidade de Inhumas foi escolhida para abrigar o projeto-piloto da retomada das bancas examinadoras, que vinham sendo realizadas pela Universidade Estadual de Goiás (UEG). Provas práticas e teóricas estão previstas para essa semana na cidade.

A intenção do departamento é expandir a operação gradativamente até dezembro, quando o contrato com a UEG acaba. Segundo o presidente do Detran-GO, Marcos Roberto Silva, a expectativa é de que a medida gere uma economia de 50% para a autarquia, que, em 2018, repassou aproximadamente R$ 14 milhões à universidade, que realizava o trabalho sob a coordenação do Detran-GO.

No projeto-piloto, a banca prática em Inhumas tem 108 candidatos à CNH para exames de quatro rodas e 46 para duas rodas. Para fazer a avaliação, foram escalados 12 examinadores e dois coordenadores de banca. Esses examinadores passaram por atualização e treinamento recentemente e já atuavam como presidentes de bancas realizadas pela UEG.

De acordo com o gerente de habilitação do Detran-GO, José Osvaldo Carneiro, para retomar a banca foi feito um cronograma de formação de profissionais. Também foi elaborado o roteiro de cidades que passarão a contar com avaliações exclusivamente feitas pela autarquia. Em setembro, as bancas examinadoras dos municípios de Aragarças, Piracanjuba, Cristalina, Barro Alto, Piranhas, Iporá, Mineiros, Ipameri e Anicuns funcionarão no novo modelo.

Para ser examinador, o servidor deve ter o curso específico, ser maior de 21 anos, possuir, no mínimo dois anos de habilitação na categoria que pretende avaliar e ter curso superior completo. Ele deve comprovar que não sofreu suspensão do direito de dirigir nos últimos dois anos e não cometeu nenhuma infração gravíssima nos últimos 12 meses. Ele ainda passa por avaliação psicológica e de antecedentes.

O Detran-GO possui atualmente 230 examinadores em seu quadro de servidores. O número é suficiente para assumir as bancas examinadoras de prova de legislação de trânsito e de prática de direção veicular em todo Estado. Mesmo assim, já prepara curso para qualificar mais 40 profissionais. O novo módulo terá início em setembro.