REMIÇÃO DE PENA

Detentos fazem reflorestamento do córrego Colombo, em São Simão

Os detentos estão trabalhando sob escolta dos servidores do presídio e fazendo o plantio de 150 mudas de árvores, como ipê, aroeira e mutamba

Cidades

Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 19/11/2019 às 20:01:06

Os custodiados estão trabalhando sob escolta dos servidores do presídio e fazendo o plantio de 150 mudas de árvores, como ipê, aroeira e mutamba (Foto: Divulgação)
Os custodiados estão trabalhando sob escolta dos servidores do presídio e fazendo o plantio de 150 mudas de árvores, como ipê, aroeira e mutamba (Foto: Divulgação)

Desde o último sábado (16), três detentos da Unidade Prisional (UP) de São Simão trabalham no plantio de 150 mudas de árvores às margens do córrego Colombo. Os presos trabalham sob escolta dos servidores do presídio. A ação é uma parceria da unidade com o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) e o Poder Judiciário.

O reflorestamento é feito com com mudas de ipê, aroeira, cajueiro do cerrado, tamarindeiro, amendoinzinho, coqueirinho, saboneteira, mutamba e jambolão.

Segundo Adilson Nogueira, diretor do presídio, os detentos envolvidos no trabalho de cultivo das mudas receberão a remição da pena pelo trabalho, que é quando o detento tem a pena diminuída de acordo com o trabalho realizado.

A UP integra a 6ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP). “A remição da pena é determinada pela Lei de Execução Penal (LEP), além de remuneração por parte do Estado”, acrescenta o diretor.

Detentos fazem reflorestamento do córrego Colombo, em São Simão

A ação é uma parceria da unidade com o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) e o Poder Judiciário. Os detentos trabalham sob escolta dos servidores do presídio (Foto: Divulgação)