Operação Travessia

Detentos de Goiânia comandavam tráfico de drogas em quatro estados brasileiros

Quadrilha, que atuava em Goiás, Tocantins, Pará e Maranhão, usava rios para transporte e distribuição de drogas, fugindo da fiscalização em rodovias


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 30/11/2018 às 18:13:43

Presos da Operação Travessia da Polícia Civil (Foto: Divulgação/PC)
Presos da Operação Travessia da Polícia Civil (Foto: Divulgação/PC)

Nesta sexta-feira (30), 50 policiais da Polícia Civil, entre delegados e agentes, cumpriram 19 mandados de prisão preventiva, sete de prisão temporária e 13 de busca e apreensão em quatro estados brasileiros: Tocantins, Pará, Maranhão e Goiás. Até o momento, 14 pessoas foram presas e um menor apreendido, na operação intitulada Operação Travessia.

De acordo com a Polícia Civil, toda a ação do grupo era coordenada de dentro do sistema prisional goiano. A operação da PC busca combater o tráfico de drogas, e as investigações começaram há cerca de quatro meses.

Toda a droga era produzida em Goiás e enviada para os estados do Maranhão e Pará pelos rios Araguaia e Tocantins. Com isso, a quadrilha conseguia fugir das fiscalizações nas estradas.

Jovair Inácio da Silva, um dos traficantes da quadrilha, foi preso nesta manhã em Marabá (PA), com R$ 7 mil, drogas, armas e um carro que era usado para traficar. Outro integrante da quadrilha foi preso enquanto atravessava o rio Araguaia.

Participaram também da Operação Travessia, a Delegacia Especializada em Investigações Criminais (DEIC) de Araguatins, o Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), e a Delegacia de Polícia de Tocantinópolis e de Ananás, todos na região Extremo-Norte do Estado.

Integrante da quadrilha é preso enquanto atravessava o rio Araguaia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

 

14 pessoas foram presas e um menor apreendido na operação Travessia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)