Do Mais Goiás

Detento do semiaberto é executado à luz do dia na região dos ferros velhos

Vinícius Gonzaga, que usava tornozeleira eletrônica, foi perseguido e morto por dois homens que estavam encapuzados na Vila Mauá

Detento Vinícius Gonzaga que usava tornozeleira eletrônica do semiaberto é executado à luz do dia na região dos ferros velhos
Detento do semiaberto é executado à luz do dia na região dos ferros velhos

Um detento que cumpria pena no regime semiaberto, e era monitorado por tornozeleira eletrônica, foi assassinado com mais de 10 tiros no início da tarde desta segunda-feira (6), na Vila Mauá, em Goiânia. Após a execução, os atiradores, que estavam encapuzados, fugiram em um veículo preto.

Vinícius Gonzaga Nunes, de 28 anos, mais conhecido como “Canela”, foi surpreendido pouco depois do meio dia, no momento em que estava na porta de uma loja de autopeças na Rua Hermógenes Marquês. Ao perceber que os dois homens que se aproximaram dele estavam encapuzados e armados, Vinícius tentou fugir correndo a pé, mas foi baleado, e caiu, ocasião em que recebeu vários outros tiros à queima roupa, morrendo na hora.

De acordo com o relato de testemunhas, após os disparos, a dupla fugiu em um veículo Ford Fuzion, que estava parado nas proximidades. Policiais Militares e agentes da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) que estiveram no local do crime procuram por imagens de câmeras de comércios e casas da região que possam ajudar na identificação do veículo usado pelos assassinos.

Vinícius, que era conhecido dos comerciantes, e já havia trabalhado em algumas lojas da região onde foi morto, acumula, segundo a polícia, inúmeras passagens por tráfico, homicídio, e receptação. Há informações, ainda não confirmadas, de que ele havia saído da cadeia no final do mês passado.