Eleições 2016

“Desafiar os poderosos, as panelas de Goiás, para mim é um privilégio”, diz Delegado Waldir

Candidato do PR afirma que é vítima de uma tentativa de censura por falar a verdade




Candidato a prefeito de Goiânia pelo PR, o deputado federal Delegado Waldir (PR) afirmou que ninguém tem noção das dificuldades enfrentadas durante a campanha eleitoral. “Mas está sendo espetacular.” De acordo com o prefeitável, ele tem sido vítima de uma tentativa de censura por “falar a verdade”. “Desafiar os poderosos, as panelas de Goiás, para mim é um privilégio. Poucos têm essa coragem”, acrescentou.

O candidato questionou a decisão da Justiça Eleitoral que mandou retirar a propaganda eleitoral de rádio dele do ar e conceder direito de resposta ao governador Marconi Perillo (PSDB) por ligar o chefe do Executivo estadual à Operação Decantação, que investiga desvio de recursos para pagamentos de propinas ao PSDB goiano com verba da Saneago.

“Ainda hoje eu vi uma decisão tentando me censurar de falar a verdade em relação à Saneago de que haviam festas no Palácio do governo com verbas oficiais. Não sou eu que estou falando. É a denúncia do Ministério Público Federal. É uma denúncia oficial.”

E continua: “Eu estou dizendo que um candidato, que o Vanderlan Cardoso (PSB), é o candidato do governador Marconi Perillo e que ele tem que explicar. Por que o (Giuseppe) Vecci (PSDB), que é coordenador dele, por que o Afreni (Gonçalves-PSDB), que é coordenador da campanha dele, um foi preso e o outro foi investigado. Eles não querem responder. Estão fugindo da pergunta”.

Sem dizer nome, o Delegado Waldir afirmou que um dos candidatos a prefeito está há mais de 20 anos na política e “também é investigado na Lava Jato”. “Tem problemas seríssimos e quer ser candidato”, critica.

Em relação a sua campanha, o candidato do PR disse que até a mão já mudou de coloração “pelo sol” encarado nos eventos de rua. “Tenho ido buscar eleitores caminhando nas principais avenidas, agora em cima de um veículo móvel que também tentaram impedir de funcionar. Realmente a gente está incomodando. E a gente vai incomodar muito mais quando as urnas forem abertas no dia 2.”

Dificuldades
Sobre as dificuldades em conciliar o trabalho parlamentar como deputado federal e a campanha eleitoral, o Delegado Waldir disse que a prioridade dele é o mandato que tem, e por isso tem estado presente nas discussões, sessões e comissões na Câmara dos Deputados durante as eleições.

Delgado Waldir argumenta que o fato de não faltar às atividades legislativas o levou a ser citado no ranking de melhores políticos do país. Confiante, ele acredita que terá uma boa votação no domingo (2).  “Deus e as ruas falam comigo”, garantiu.