MITOU

Desabafo contra racismo de garoto de 12 anos vira single após sucesso no Instagram

Versão a capella de Keedron Bryant emocionou Barack Obama, LeBron James e já foi vista mais de 3 milhões de vezes


Agência O Globo
Agência O Globo
Do Agência O Globo | Em: 19/06/2020 às 15:33:10

Keedron Bryant no novo vídeo de 'I just wanna live' Foto: Reprodução
Keedron Bryant no novo vídeo de 'I just wanna live' Foto: Reprodução

Entre as tantas manifestações contra o racismogeradas a partir do assassinato de George Floyd por um policial americano, uma em especial chamou atenção pela força da voz. Keedron Bryant, de apenas 12 anos, publicou um vídeo em seu Instagram no dia seguinte ao episódio, cantando a capella versos como “Eu sou um jovem negro/ Fazendo tudo o que posso/ Para ficar de pé”, escritos por sua mãe, Johnetta Bryant.

A emocionante interpretação de Keedron rapidamente viralizou e foi compartilhada por personalidades como o ex-presidente Barack Obama, a atriz Lupita Nyong’o e o atleta LeBron James, ultrapassando a marca de 3 milhões de visualizações.

Agora, a música ganha nova vida. Batizada de “I just wanna live” (“eu só quero viver”, em tradução livre), a canção teve sua versão de estúdio lançada nesta sexta-feira, com lyric video, que marca o início do contrato do jovem Keedron com a gravadora major Warner Records.

Todo o lucro gerado pelo single será destinado à NAACP, instituição americana que luta contra o racismo e busca a igualdade de direitos políticos, educacionais, sociais e econômicos entre raças.

Confira a versão de estúdio da música clicando aqui.