#possedeputados

Deputados tomam posse para a 18ª Legislatura na Assembleia Legislativa

A posse aconteceu na tarde deste domingo




Os 41 deputados estaduais eleitos em outubro do ano passado tomaram posse na tarde deste domingo (1º/02) em cerimônia realizada no Plenário Getulino Artiaga da Assembleia Legislativa, para a 18ª legislatura. A posse contou com a presença do governador Marconi Perillo (PSDB), do vice-governador José Eliton (PP), entre outras autoridades.

O primeiro momento da solenidade foi a execução do Hino Nacional pela Banda da Polícia Militar. Logo após o 1º Secretário, deputado Álvaro Guimarães (PR) realizou a chamada dos deputados estaduais da 18º Legislatura, pelo nome parlamentar e legenda partidária. Na sequência, foi feito o juramento de posse, em que os parlamentares prometeram desempenhar fielmente o mandato, promovendo o bem geral do Estado de Goiás, dentro das normas constitucionais.

Em seguida, dois deputados discursaram, representando as bancadas de situação e de oposição. Primeiro, o deputado José Nelto (PMDB) falou em nome dos partidos de oposição. Em seguida, o deputado Talles Barreto (PTB) discursou pela situação.

Em nome da oposição, José Nelto destacou como será a atuação da bancada na Legislatura que se inicia. Disse que não fazia mais parte do seu plano político retornar à Casa de Leis, no entanto, vai cumprir o oitavo mandato com humildade e mais maturidade.

De acordo com Nelto a oposição tem projeções muito além da mera luta pelo poder e, por isso, está renovada e tem uma nova agenda positiva para o Estado de Goiás. “A oposição avisa que será implacável e está preparada e pronta para suprir a sua mais autêntica fidelidade que é lutar. A partir de agora a oposição vai dar atenção para construção de um projeto alternativo de Goiás “, disse José Nelto.

O peemedebista revelou ainda que os próximos anos servirão para que planos sejam mostrados, novos ideais e novas ideias de um novo Estado. José Nelto lembrou o resultado da última eleição majoritária em Goiás, observando que 42% dos goianos lutaram por um Estado melhor que o atual. E citou Alfredo Nasser: “Estamos acostumados e vamos prosseguir com a cabeça erguida, sob o sol causticante do campo oposicionista”.

O deputado José Nelto criticou uma séria de decisões tomadas pelo Governo do Estado que, segundo ele, irá pautar a atuação do PMDB e da oposição nos próximos quatro anos, tais como aditivos em contratos de obras, atendimento precário aos usuários do Detran e transparência nos atos do Governo.

Falando em nome do Governo, o deputado Talles Barreto fez um discurso chamando a atenção para a responsabilidade dos 41 deputados da 18ª Legislatura. “Cabe a cada um de nós fazer a opção de seguir pelo caminho da virtude ou não, no cumprimento do mandato.”

Talles Barreto lembrou que o papel do Legislativo é de fiscalizar o Executivo, mas também apoiar para que o Governo promova uma boa gestão, no interesse de toda a sociedade. O petebista lembrou feitos e realizações do governo Marconi Perillo, afirmando que ninguém conquista quatro mandatos de governador se não tiver a confiança irrestrita da população.

O parlamentar governista enumerou várias obras físicas importantes, nas área de saúde, educação e infraestrutura realizadas nos três mandatos. Lembrou também programas sociais que promovem inclusão e que servem de modelo para outros Estados, como o Bolsa Univesitária.

“O governo de Marconi Perillo fez muito, mas vai fazer muito mais neste novo mandato que está iniciando”, disse Talles Barreto, que não deixou passar em branco as críticas pontuais que o peemedebista José Nelto tinha feito.

Sobre aditivos em contratos de obras, disse que o Governo conseguiu redução nos valores dos serviços. Quanto ao  atendimento precário aos usuários do Detran, Talles disse que o governador já determinou prazo para que o serviço seja normalizado.

Após os discursos, o presidente Helio de Sousa encerrou a solenidade de posse e convocou sessão ordinária para eleição da Mesa Diretora da Casa. A convocação se deu para a escolha do presidente, 1º e 2º vice-presidentes, 1º, 2º, 3º e 4º secretários e demais funções na composição da direção dos trabalhos legislativos, conforme o regimento interno determina.

No encerramento o presidente conclamou os deputados a trabalhar em prol de Goiás. “A gente não tem dúvidas de que a credibilidade da Alego vai depender do nosso trabalho. Acredito neste parlamento. Peço a cada deputado que esteja desprendido de qualquer outro sentimento que não seja. Estou iniciando meu quinto mandato”, sublinhou.

O presidente também agradeceu a presença de Diva Pinheiro, de 90 anos, avó do deputado eleito Lucas Kalil (PSL). Ele disse que tem pela Assembleia o sentimento de uma família, agradeceu a presença de sua esposa, Maria Célia, dos filhos e netos. “Que sejamos unidos. A família que eu defendo hoje, politicamente, é a Assembleia Legislativa”, finalizou.

Confira a lista completa dos parlamentares titulares da 18ª legislatura, que teve início hoje:

Manoel de Oliveira (PSDB) – 62.655 votos;
Paulo Cezar Martins (PMDB) – 54.629 votos;
Linconl Tejota (PSD) – 45.091 votos;
José Vitti (PSDB) – 43.867 votos;
Delegada Adriana Accorsi (PT) – 43.424 votos;
Henrique Arantes (PTB) – 42.414 votos;
Bruno Peixoto (PMDB) – 37.826 votos;
Virmondes Cruvinel (PSD)  – 37.655 votos;
Iso Moreira (PSDB) – 37.430 votos;
Marquinho do Privê  (PSDB) – 37.273 votos;
Zé Antônio (PTB) 37.061 votos;
Adib Elias (PMDB) – 36.732 votos;
Talles Barreto (PTB) – 36.639 votos;
Cláudio Meirelles (PR) – 36.176 votos;
Álvaro Guimarães (PR) – 35.660 votos;
Jean (PHS) – 34.872 votos;
Valcenôr Braz (PTB) – 34.771 votos;
Gustavo Sebba (PSDB) – 33.760 votos;
Lêda Borges (PSDB) – 32.217 votos;
Diego Sorgatto (PSD) – 32.162 votos;
Helio de Sousa (DEM) – 31.137 votos;
Marlúcio Pereira (PTB) – 30.957 votos;
Nédio Leite (PSDB) – 29.900 votos;
Francisco Júnior (PSD) – 29.718 votos;
Lissauer Vieira (PSD) – 29.676 votos;
Humberto Aidar (PT) – 28.375 votos;
Carlos Antonio (SD) – 28.093 votos;
José Nelto (PMDB) -28.042 votos;
Ernesto Roller (PMDB) – 24.975 votos;
Francisco Oliveira (PHS) – 24.889;
Renato de Castro (PT) – 23.219 votos;
Major Araújo (PRP) – 21.528 votos;
Dr. Antônio (PDT) – 21.155 votos;
Simeyzon Silveira (PSC) – 20.472 votos;
Luis Cesar Bueno (PT) – 20.290 votos;
Eliane Pinheiro (PMN) – 19.778 votos;
Charles Bento (PRTB) – 19.429 votos;
Lucas Calil (PSL) – 18.128 votos;
Isaura Lemos (PCdoB) – 17.701 votos;
Santana (PSL) – 12.674 votos;
Sérgio Bravo (Pros) – 8.607 votos.