ELEIÇÃO | GOIÂNIA

Deputado quer que Vanderlan renuncie ao Senado para disputar prefeitura

Em 2002, Maguito Vilela disputou o governo no exercício do mandato de senador


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 21/09/2020 às 17:34:16

Henrique Arantes (Foto: Reprodução)
Henrique Arantes (Foto: Reprodução)

O deputado estadual emedebista Henrique Arantes cobrou, na tribuna da Assembleia Legislativa (Alego), que o senador Vanderlan Cardoso (PSD) renuncie ao mandato e o entregue ao partido que o elegeu – o MDB – para disputar a prefeitura de Goiânia. “Foi candidato com apoio de Iris e Maguito [em 2018] na chapa majoritária e foi eleito. Se não fosse assim, não teria sido”, disse o parlamentar.

Henrique chama Vanderlan de “oportunista”, uma vez que disputou o governo, em 2010, com apoio de Alcides Rodrigues contra Iris e Marconi; a prefeitura de Goiânia, em 2016, com apoio de Marconi contra Iris; e ao Senado, em 2018, com apoio de Iris e Maguito. “E agora é candidato a prefeito de Goiânia com apoio de Caiado (DEM). Não vejo coerência nisso”.

Para Henrique, o pré-candidato do PSD deveria decidir se quer ser prefeito, senador ou governador. “Tinha feito um compromisso que não seria candidato a prefeito. Várias vezes, publicamente”, disse o emedebista ao dizer que a mudança pode gerar um trauma no partido, mas sem aprofundar.

Vale lembrar que, o PSD anunciou, em julho, que o deputado federal Francisco Júnior seria o nome da sigla na disputa. Com o anúncio da candidatura de Vanderlan com o apoio de Caiado, o deputado estadual do PSD, Lucas Calil, abriu dissidência para apoiar Maguito.

Henrique avalia que “Caiado está criando uma cobra para mordê-lo. Possivelmente ele vai disputar pelo PSD e mudar de partido no outro dia.”

Sem renúncia

Vale destacar que o Maguito foi senador de 1999 a 2007. Ele também fez uma pausa no mandato do Senado para disputar o governo do Estado em 2002, contra Marconi Perillo (PSDB).

Além disso, outro ponto é que, caso Vanderlan vença a disputa em Goiânia, o suplente que assume é Pedro Chaves, do MDB. Em 2018, Maguito foi cotado para ser suplente de Vanderlan, mas desistiu.

O Mais Goiás procurou a assessoria de Vanderlan para comentar sobre a fala de Henrique. Até o momento eles não se manifestaram, mas o espaço segue aberto.

Leia mais:

Campanha de Vanderlan faz Caiado se reconciliar com Vilmar após 16 anos