TECNOLOGIA

Deputado Kim Kataguiri quer abaixar o preço do video game no Brasil

Kim Kataguiri afirma que chegou a uma alíquota que não prejudica cofres públicas, fomenta produção de videogames e gera emprego e renda


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 23/09/2020 às 20:02:42

Kim Kataguiri (Foto: Reprodução)
Kim Kataguiri (Foto: Reprodução)

Kim Kataguiri quer abaixar o preço do PlayStation 5. Na terça-feira (22), o deputado federal do DEM enviou, ao Ministério da Economia, um pedido, com estudo em anexo, para redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), dos videogames.

Ele expôs que, mesmo para quem não joga, o projeto é válido e factível. “Passei meses estudando com a consultoria legislativa para chegar em uma alíquota [15%] que não prejudicasse os cofres públicos e fomentasse a produção de videogames, gerando emprego e renda.”

O parlamentar lembrou que, no mundo, gastaram com jogos digitais, em março deste ano, mais de US$ 10 bilhões (SuperData). O crescimento em relação ao mesmo período de 2019 foi de 42% para consoles, 14% em jogos de smartphones e 12% nos de computados. “A pesquisa mostrou que tem 75,7 milhões de jogadores no Brasil, sendo que 83% comprou algum item virtual dentro desses videogames nos últimos seis meses.”

Outros números

O Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais (IBJD) apontou, ainda, que as empresas que fazem jogos no Brasil 164% de 2014 a 2018. Além disso, Kataguiri citou, que  houve alta de 144% na geração de empregos no setor, no mesmo período. “É uma indústria maior que a da música, do cinema e trata de cultura”, reforçou.

Ele afirma que existe sobretaxa na produção de consoles, o que faz com que o brasileiro adquire os produtos em outros países ou contrabandeado. “É inviável para uma pessoa pobre adquirir. A receita sempre considerou como jogo de azar e não. Por isso, hoje, o IPI varia entre 16% e 40%”, expôs. “Sem contar PIS/Cofins, ICMS, etc.” A proposta é a taxação do IPI ser fixada em 15%.

Com isso, ele cita que empresas como Sony estão indo embora do País. Vale destacar, o preço do console varia de R$ 4.499 a R$ 4.999 e os games chegam até R$ 349. “Assim, empregos deixando de ser gerados. Programadores e desenvolvedores capacitados não estão trabalhando. Essa sobretaxa não se justifica. Com essa diminuição, mais gente vai comprar no mercado legal, mais indústrias vão se instalar no Brasil.”

Vale destacar que, conforme o artigo 153 da Constituição, cabe à União instituir impostos sobre produtos industrializados. “É facultado ao Poder Executivo, atendidas as condições e os limites estabelecidos em lei, alterar as alíquotas dos impostos enumerados nos incisos”, diz o parágrafo primeiro do texto.

Nesta quarta-feira (22), já está no Twitter a hashtag #PS5eXboxMaisBaratos.

Leia mais:

PS5 chega com muitos títulos em novembro – alguns já conhecidos