Francisco Costa
Do Mais Goiás

Deputado denuncia Salles à PGR por ir a eventos sem máscara e com Covid

Ministro do Meio Ambiente testou positivo para a doença no último dia 16

Deputado denuncia Salles a PGR por ir a eventos sem máscara e com Covid
Deputado denuncia Salles a PGR por ir a eventos sem máscara e com Covid (Foto: José Cruz)

A Procuradoria-Geral da República recebeu uma notícia crime contra Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente. A ação encaminhada por Elias Vaz (PSB) acusa o titular do ministério de conduta criminosa por participar de uma série de eventos em Brasília na terça (23), sem máscara, mesmo com diagnóstico confirmado de Covid-19.

Segundo o deputado federal goiano, o ministro cometeu o crime de perigo para a vida ou saúde de outros, tipificado no artigo 132 do Código Penal. “Expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente”, diz a legislação que tem pena de detenção, de três meses a um ano, caso o fato não constituir crime mais grave.

Para Elias, “a quebra do período de isolamento e exposição à possibilidade de transmissão dos participantes do ato público tipifica esse crime”. O deputado expõe que Salles participou de um almoço com cerca de 60 pessoas e discursou sem máscara, sendo que ele testou positivo no último 16, não cumprindo, assim, o isolamento obrigatório, determinado pela Portaria Conjunta 20, de 18 de junho de 2020, dos Ministérios da Saúde e da Economia (14 dias).

“Absurdo um ministro de estado não respeitar o protocolo mínimo. A pessoa tem que saber a responsabilidade que tem de não proliferar as doenças. Salles demonstra, mais uma vez, a falta de compromisso com a vidade e até com o Meio Ambiente. Está lá para ‘passar a boiada‘”, fez referência a uma fala de Salles durante reunião ministerial no ano passado, que sugeria a aprovação de medidas a “toque de caixa”.

O Mais Goiás entrou em contato, por e-mail, com o Ministério do Meio Ambiente para ouvir o posicionamento de Salles. Até o fechamento não houve retorno.