Projeto de lei

Deputada defende projeto que prevê prazo de 24 horas para planos de saúde liberar exames para idosos

Autora do projeto, Lêda Borges esclarece que a demora pelos exames vem crescendo a cada dia, o que pode colocar em risco a saúde das pessoas que mais pagam pelos planos de saúde


Altemar Santos
Do Mais Goiás | Em: 21/04/2019 às 10:14:27

Lêda Borges esclarece que a demora pelos exames vem crescendo a cada dia, o que pode colocar em risco a saúde das pessoas que mais pagam pelos planos de saúde
Lêda Borges esclarece que a demora pelos exames vem crescendo a cada dia, o que pode colocar em risco a saúde das pessoas que mais pagam pelos planos de saúde

Está em tramitação na Assembleia Legislativa de Goiás, o projeto de lei nº 1682/19, que determina prazo máximo de até 24 horas, para as empresas de plano de saúde, instaladas no Estado, autorizar todos os exames que exijam análise prévia para pacientes considerados idosos, em qualquer condição de saúde. O projeto é de autoria da deputada estadual Lêda Borges (PSDB).

A deputada esclarece que a demora pelos exames vem crescendo a cada dia, o que pode colocar em risco a saúde das pessoas que mais pagam pelos planos de saúde.”Os usuários acima de 60 anos são aqueles que vêm sofrendo com aumentos consideráveis das mensalidades dos seus planos e precisam ter a contrapartida”, esclarece.

“Dessa maneira, podemos acabar com as várias situações em que os usuários idosos de planos de saúde, precisam apelar para as instâncias judiciais, buscando o cumprimento dos seus direitos”, finaliza.

As empresas de plano de saúde que descumprirem o prazo de 24 horas, para que sejam concedidas a autorização, ficarão sujeitas a advertência na primeira autuação e, após, responderão por multa diária fixada em cinco salários por dia.