Tranquilamente

Depois de matéria sobre roubo, outras duas moradoras do Setor Oeste denunciam furto de jóias em apartamentos

De acordo com as vítimas, o suspeito passa pelas portarias eletrônicas e demonstra tranquilidade ao percorrer prédio; prejuízos são entre R$ 6 mil e R$ 10 mil para cada mulher


Larissa Lopes
Do Mais Goiás | Em: 16/08/2019 às 19:57:55

(Foto: Leitor/Mais Goiás)
(Foto: Leitor/Mais Goiás)

Após matéria publicada no último sábado (10) sobre um homem que invadiu apartamento no Setor Oeste, em Goiânia, e furtou cerca de R$ 10 mil em jóias, outras duas mulheres relataram que também foram vítimas desse tipo de crime. Todas as três são moradoras do Setor Oeste e suspeitam que possam ter sido vítimas da mesma pessoa.

Além de morar o mesmo setor, as vítimas contam que os prédios onde moram têm apenas portaria eletrônica. “Ele entrou tranquilamente, como se tivesse a chave do prédio e da minha porta”, conta uma das mulheres, que teve a casa invadida em outubro de 2018.

Dois casos foram em outubro e dezembro do ano passado. Outro foi no último dia 9 de agosto. As vítimas moram sozinhas ou no máximo com mais uma pessoa, normalmente filhas, que não passam muito tempo em casa. Outro ponto em comum é que todas as ações foram durante o dia, entre 11h30 e 15 horas.

Os prejuízos de cada uma estão entre R$ 6 mil e R$10 mil. O foco do suspeito são joias. Mas em alguns casos ele também levou jóias. Duas das vítimas relatam que certas peças tinham grande valor emocional. Uma delas teve objetos furtados que pertenciam à mãe falecida e outra que teve anel de noivado levado pelo suspeito.

“Acionei a seguradora, que disse que não cobre furto de joias. Assim, tive prejuízo em cerca de R$ 10 mil. Além das joias roubadas, tive que arcar com arrombamento da porta do meu apartamento”, conta uma das mulheres.

O caso é investigado pela 4ª Delegacia Distrital de Polícia de Goiânia. Até o fechamento da matéria, o Mais Goiás não conseguiu contato com o delegado apontado pelas vítimas.