ELEIÇÕES 2020

DEM e PP lideram lista de prefeitos eleitos em Goiás

PSDB e MDB perderam o protagonismo de eleições anteriores e só conseguiram eleger 21 e 30 prefeitos


Jessica Santos
Do Mais Goiás | Em: 29/11/2020 às 20:37:31

As eleições municipais de 2020 trouxeram consigo mudanças e nova ordem política. O DEM e o PP foram os que mais elegeram prefeitos em Goiás. (Foto: reprodução)
As eleições municipais de 2020 trouxeram consigo mudanças e nova ordem política. O DEM e o PP foram os que mais elegeram prefeitos em Goiás. (Foto: reprodução)

As eleições municipais de 2020 trouxeram consigo muitas surpresas, mudanças e uma nova ordem política. Neste ano, o DEM, do governador Ronaldo Caiado, e o PP, do ex-ministro e ex-deputado federal, Alexandre Baldy, assumiram a liderança da lista de partidos que mais elegeram prefeitos nas cidades goianas. Ao todo, as siglas elegeram 62 e 32* candidatos ao mais alto cargo do poder executivo municipal, respectivamente.

O resultado é completamente diferente de anos anteriores, quando os partidos elegeram, juntos, 35 e 32 prefeitos nas duas últimas eleições municipais. Em 2012, o DEM conseguiu levar 16 candidatos ao cargo. Em 2016, a quantidade caiu para 10 e, em 2020, subiu para 62*.

Já o PP teve 19 prefeitos eleitos, em 2012, e 22, em 2016. Nas disputas atuais, a sigla conseguiu novo recorde, com a eleição de 32* candidatos.

Fim da hegemonia

Na nova configuração, partidos como o PSDB e MDB perderam o protagonismo e hegemonia conquistada por duas eleições municipais consecutivas. Em 2020, a sigla tucana teve o pior desempenho das últimas três disputas. O partido elegeu 54 prefeitos em 2012 e saltou para 76 no ano de 2016. Agora, só conseguiu eleger 21* candidatos.

O MDB, por sua vez, teve três quedas seguidas. O partido conquistou 55 espaços nas prefeituras de municípios goianos em 2012. Nas eleições seguintes, em 2016, diminuiu o número para 43 e, em 2020, para 30 eleitos.

Veja a lista publicada pelo portal Sagres:

*Partidos com prefeitos eleitos em situação de subjudice, aguardando julgamento do TSE