Condenado

Del Nero é condenado a pagar R$ 300 mil a ex-árbitro Wagner Tardelli

A ação por dano moral foi movida por Tardelli e se refere a uma acusação de manipulação de resultados e corrupção


Estadao Conteúdo
Estadao Conteúdo
Do Estadao Conteúdo | Em: 10/06/2016 às 17:06:41


O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, foi condenado a pagar R$ 300 mil de indenização ao ex-árbitro de futebol Wagner Tardelli. A ação por dano moral foi movida por Tardelli e se refere a uma acusação de manipulação de resultados e corrupção, que acabou impedindo o árbitro de apitar a final do Campeonato Brasileiro de 2008. À época, Del Nero presidia a Federação Paulista de Futebol.

Naquele ano, Wagner Tardelli estava escalado para apitar o jogo entre Goiás e São Paulo, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O time paulista brigava pelo título com o Grêmio. Na véspera da partida, a comissão de arbitragem da CBF decidiu substituir o árbitro.

Segundo o processo, a mudança aconteceu após um telefonema de Del Nero a Ricardo Teixeira, então presidente da CBF. O atual mandatário teria informado que, naquele dia, fora comunicado por sua secretária que o São Paulo tentara encaminhar um envelope fechado ao árbitro Wagner Tardelli. A informação foi repassada para a comissão de arbitragem, que mudou a escala de arbitragem.

Na sentença, a juíza Maria Cristina Barros Gutiérrez Slaibi, da 3ª Vara Cível da Comarca do Rio de Janeiro, afirma que “o valor fixado a título de indenização pelos danos morais sofridos pelo autor, R$ 300 mil, também levou em consideração que o autor, isento de qualquer conduta culposa, teve seu nome, sua imagem, sua honra e sua dignidade, abalados em âmbito nacional e internacional”.

Tópicos