Do Mais Goiás

Defesa Civil atende vítimas de enchente em Cavalcante

Segundo a Defesa Civil, 112 pessoas foram atingidas, sendo 83 adultos e 29 crianças.

A Defesa Civil Estadual está monitorando e prestando assistência a moradores da comunidade kalunga em Cavalcante, no Norte goiano, que foram afetados pela enchente do Rio Prata na madrugada do último dia 29. Segundo o comandante da Operação Enchentes e Alagamentos, tenente-coronel Marcos Abraão Monteiro, 112 pessoas foram atingidas, sendo 83 adultos e 29 crianças.

Ele conta que o susto foi grande porque o rio se encheu rapidamente e derrubou árvores, arrasou plantações, matou animais e destruiu 24 moradias. A maioria das construções dos remanescentes de quilombos era feita de adobe. Abraão conta que as pessoas perderam o pouco que tinham. Uma parte das casas foi completamente destruída e em outras a estrutura foi danificada e moradores foram orientados a pedir a guarida de amigos, parentes ou em abrigos públicos.

Cadastramento

Equipes da Defesa Civil fizeram o cadastramento das vítimas para realização de ações sociais do poder público. “O governador nos ordenou pessoalmente que ajudássemos aquela população da melhor maneira possível. Levamos cestas básicas e cobertores para aliviar um pouco o sofrimento delas. Vamos continuar o trabalho de monitoramento do Rio Prata e vamos continuar assistindo essas pessoas, nessa área tão importante, histórica para o Estado de Goiás”, diz.