Do Mais Goiás

De olho em 2022, Daniel intensifica articulação e divulgação nas redes sociais

Daniel tem rodado pelo Estado em busca de fortalecer o MDB

De olho em 2022, Daniel intensifica articulação e divulgação nas redes sociais
De olho em 2022, Daniel intensifica articulação e divulgação nas redes sociais (Foto: Jucimar de Sousa / Mais Goiás)

Quem não é visto não é lembrado, certo? O presidente do MDB Goiás, Daniel Vilela, tem se articulado de forma mais evidente, nas últimas semanas. Depois algum tempo sem constância nas redes sociais, há pelo menos 14 dias ele tem aparecido mais, de olho no pleito de 2022.

Daniel tem rodado pelo Estado em busca de fortalecer o MDB. Sem deixar claro os planos do partido em relação a chapa majoritária – se lança candidatura própria ou se entraria na base do governador Ronaldo Caiado (DEM) -, ele tem focado nas chapas para deputados federais e estaduais.

No dia 1º de maio, inclusive, anunciou a filiação do ex-deputado federal Heuler Cruvinel. “Chega para fortalecer nosso partido. é um político experiente, preparado e sempre trabalhou muito por Goiás, especialmente no Sudoeste goiano. O MDB de Rio Verde recebeu a filiação dele ontem e eu e o Leandro Vilela fizemos questão de abonar a ficha. Logo anunciaremos mais líderes chegando no MDB”, anunciou nas redes sociais.

Dois depois divulgava reunião híbrida da executiva da sigla para assuntos internos e questões políticas. “Como vocês sabem, sou um entusiasta das ferramentas tecnológicas, mas não vou negar que também sinto falta dos intensos debates presenciais que a gente promovia na sede do partido antes da pandemia.”

Em Morrinhos, na última quarta (5), conversou com o ex-prefeito Rogério Troncoso, além de outras lideranças políticas. “Esperamos vê-lo novamente no MDB e ocupando cargo de importância estadual. Sua experiência como prefeito de quatro mandatos, somada à força do nosso partido em formular políticas públicas, fará a diferença em prol de muitos goianos.”

De lá para cá, postagens nos dois dias, relembrando projetos de lei aprovados, premiações e cotidiano. A tendência, neste momento, é que ele trabalhe com ainda mais intensidade nas redes sociais.

Daniel, vale lembrar, está sem mandato desde 2018, quando deixou a Câmara Federal e perdeu a disputa ao governo do Estado. O presidente atuou na campanha do pai, Maguito Vilela (MDB), em Goiânia, mas acabou deixando a base de Rogério Cruz (Republicanos) – vice que assumiu após a morte do emedebista -, após perder espaço e desentendimentos sobre a linha da gestão.

Confira o Podcast Poder em Jogo com Daniel Vilela: