Agência O Globo

Das 10 maiores audiências de lives de 2020, sete foram de artistas brasileiros

Boa parte do planeta está em isolamento social, então entenda o que nos torna campeões nesse fenômeno de lives

Das 10 maiores audiências de lives de 2020, sete foram de artistas brasileiros
Boa parte do planeta está em isolamento social, então entenda o que nos torna campeões nesse fenômeno de lives

Tem sido assim desde março, com o isolamento para frear a pandemia. A busca pela grade de lives do dia virou parte da rotina de milhões de pessoas. Mas o que começou em versão voz, violão e redes sociais, ganhou ares de superprodução com artistas populares no YouTube.

As lives trouxeram recordes de audiência e, de quebra, revelaram uma preferência nacional: das dez maiores lives da história do YouTube, todas realizadas desde abril deste ano, sete são brasileiras. Pode comemorar, torcedor canarinho: a taça das lives é nossa.

‘Brasileiro ouve música brasileira’

O ranking das lives é liderado por sertanejos: Marília Mendonça, que amealhou 3,3 milhões de acessos em 8 de abril, é seguida de Jorge & Mateus, com 3,2 milhões quatro dias antes.

Somente a transmissão de Andrea Bocelli de Páscoa (3º lugar) e duas lives com shows antigos do fenômeno do k-pop BTS (7º e 10º) destoam na supremacia brasileira.

É visível, pela quantidade semanal de lives anunciadas, que a indústria musical brasileira rapidamente enxergou nas transmissões com produção caprichada uma forma de compensar a falta de shows. Afinal, em termos de consumo de artistas locais, o Brasil também é campeão.

“No mundo digital, o Brasil é um continente. É top 3 de consumo em todos os principais serviços digitais do mundo” explica Paulo Lima, presidente da Universal Music Brasil, gravadora de Post Malone e Sandy & Junior (5º no ranking das lives, com mais de 2,5 milhões de acessos).

“Alguns fatores explicam o fenômeno das lives: o consumo de música local no país é um dos maiores do planeta, 70% do mercado. Brasileiro ouve música brasileira. E a taxa de engajamento aqui é enorme”, diz.

As dez maiores lives da História

1. Marília Mendonça (8 de abril / 3,31 milhões de acessos simultâneos)

2. Jorge & Mateus (4 de abril / 3,24 milhões)

3. Andrea Bocelli (12 de abril / 2,86 milhões)

4. Gusttavo Lima (11 de abril / 2,77 milhões)

5. Sandy & Junior(21 de abril / 2,55 milhões)

6. Leonardo e Eduardo Costa (1º de maio / 2,52 milhões)

7. BTS (18 de abril / 2,31 milhões)

8. Marília Mendonça (9 de maio / 2,21 milhões)

9. Henrique e Juliano (19 de abril / 2,06 milhões)

10. BTS (19 de abril / 1,92 milhões)

Uma das lives de Marília Mendonça foi destaque em matéria do jornal New York Times. A reportagem fala sobre a presença maciça e os grandes números das transmissões ao vivo de artistas brasileiros no YouTube.

Live de Marília Mendonça é destaque em matéria do jornal New York Times