Série A

Cruzeiro vence, mantém vantagem e afunda Botafogo

Time mineiro chega aos 64 pontos e segue sem ser incomodada na busca pelo bicampeonato




Para não dar chances aos adversários e manter-se a uma distância segura na liderança do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro voltou a mostrar bom futebol neste domingo e venceu o Botafogo por 2 a 1, no Estádio do Mineirão. Marquinhos e Egídio marcaram os gols dos anfitriões. O zagueiro Léo, contra, diminuiu para a equipe carioca.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 64 pontos e segue sem ser incomodada na busca pelo bicampeonato. Os mineiros continuam com cinco pontos de vantagem sobre o vice-líder São Paulo, que derrotou o Criciúma por 2 a 1, em Santa Catarina. Já o Botafogo segue ameaçado pela degola. Tem 33 pontos e ocupa o provisório 18º lugar, dentro da zona de rebaixamento.

Apesar da resistência inicial da equipe do Botafogo, que tentou imprimir uma marcação individual em campo, o Cruzeiro mostrou muita superioridade e precisou apenas de cinco minutos para abrir o placar. Em ótima jogada, Marquinhos avançou pela área, depois de dar um lençol no adversário, e chutou forte, sem chances para Jefferson.

O gol facilitou ainda mais o trabalho do time anfitrião, que dominava completamente as ações nos primeiros minutos da partida. Os cariocas foram obrigados a sair para o ataque e passaram a abrir espaços na defesa, que errava muito nas saídas de bola. Em uma descida rápida, Marcelo Moreno sofreu falta na entrada da área. Aos 16 minutos, o lateral Egídio partiu para a cobrança e acertou o ângulo de Jefferson para fazer Cruzeiro 2 a 0.

Sem resistência do adversário, o Cruzeiro levou a vantagem para o intervalo. Bastante irritado com a arbitragem, o técnico Vagner Mancini foi expulso. Na volta para o segundo tempo, o time mineiro manteve a superioridade. A facilidade era tanta que o time da casa passou a abusar dos erros no ataque, desperdiçando chances de ampliar a vantagem. O time carioca, muito na base da vontade, chegou a diminuir, aos 46 minutos. O zagueiro Léo fez contra, ao tentar cortar cruzamento.

Após quebrar a sequência de dois empates no Brasileirão, o Cruzeiro voltará a campo na quarta-feira para decidir a vaga na final da Copa do Brasil, contra o Santos, fora de casa. Depois, jogará novamente no Mineirão, no próximo domingo, em nova rodada do Brasileirão, diante do combalido Criciúma.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO 2 x 1 BOTAFOGO

GOLS – Marquinhos, aos 5 minutos, e Egídio, aos 16 minutos do primeiro tempo. Léo (contra), aos 46 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS – Lucas Silva (Cruzeiro); Rodrigo Souto, Júnior César, Andreazzi (Botafogo).
ÁRBITRO – Elmo Alves Resende Cunha (GO).
RENDA – R$ 1.807.922,00.
PÚBLICO – 36.004 pagantes.
LOCAL – Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

CRUZEIRO – Fábio; Mayke, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva (Nilton), Éverton Ribeiro (Willian Farias) e Júlio Batista (Dagoberto); Marquinhos e Marcelo Moreno. Técnico: Marcelo Oliveira

BOTAFOGO – Jefferson; Régis, Rodrigo Souto, Dankler e Júnior César; Gabriel, Andreazzi (Airton), Bolatti e Carlos Alberto; Rogério (Jóbson) e Murilo (Ramires). Técnico: Vagner Mancini