Vai pokebola!

Crítica: ‘Detetive Pikachu’ agrada os fãs e atrai novo público com filme competente

Quem acompanha Pokémon há mais de duas décadas vai vibrar com o longa. Os mais novos vão assistir a um filme divertido, fofo e engraçado


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 16/05/2019 às 15:47:15

Pikachu é o destaque, mas vários outros pokémon aparecem no filme (Foto: Reprodução)
Pikachu é o destaque, mas vários outros pokémon aparecem no filme (Foto: Reprodução)

Mais de 20 anos após a estreia do anime, Pokémon ganhou seu primeiro filme live-action. Ao contrário do que muita gente apostou, Detetive Pikachu consegue agradar na mesma medida os antigos fãs e a nova geração, cujo maior contato com os monstrinhos foi, provavelmente, através do jogo Pokémon Go.

Respeitoso às origens, mas não apegado ao material original, o filme apela para memória afetiva sem se esquecer do novo público. Os fãs vão ficar extasiados a cada aparição de um Pokémon na tela, outro acerto do longa, que foca na primeira geração de monstrinhos da série. Estão lá Ditto, Jigglypuff, Charizard, Magikarp, Psyduck, Mr. Mime entre outros (os dois últimos roubam a cena sempre que aparecem).

Psyduck, Mr. Mime e Jigglypuff: fofura e pokémons caprichados (Foto: Reprodução)

Psyduck, Mr. Mime e Jigglypuff: fofura e pokémons caprichados (Foto: Reprodução)

O trabalho de efeitos especiais e reimaginação das criaturas é incrível, e fará o público esquecer o quão fantasioso é o já conhecido mundo pokémon. O visual funciona surpreendentemente bem, e as expansões pontuais deste universo de ficção funcionam muito bem.

O espectador que pensa que o longa não trará nada de novo, vai ser contrariado. Mesmo voltada para o público majoritariamente infantil, a produção sai do comodismo e mostra que existe um mundo além de batalhas e ginásios.

Um Pikachu que fala

Para quem estava com um pé atrás pelo fato do Pikachu falante, com voz do ator Ryan Reynolds, logo na primeira cena vai comprar a ideia e compreender o que isso significa para todo o desenvolvimento do filme.

Pikachu aliás, é um dos pontos fortes (e ainda aparece cantando a clássica música-tema do desenho animado).

Pikachu falante é um dos destaques do filme, que vai agradar crianças e adultos (Foto: Reprodução)

Pikachu falante é um dos destaques do filme, que vai agradar crianças e adultos (Foto: Reprodução)

Politicamente correto

A trama simples cede ao politicamente correto dos dias atuais e faz com que as batalhas entre as criaturas e seus treinadores sejam abolidas. A história, que pode parecer um tanto sombria para crianças, envolvendo lutas clandestinas e a investigação sobre uma morte, ora funciona, ora não. As reviravoltas são previsíveis mas o longa até rende boas cenas de ação.

A principal crítica a Detetive Pikachu está em seu final. Ao sermos apresentados ao plano do vilão e como tudo se resolve, fica a dúvida de como a sequência (que provavelmente acontecerá, tendo em vista a boa recepção e a bilheteria do filme) seguirá seu caminho.

A sensação que fica ao assistir Detetive Pikachu é que não tinha maneira melhor de iniciar um live-action da série nos cinemas. Com suas qualidade e defeitos, o filme expande o mundo já conhecido e abre diversas possibilidades para futuras continuações. Pokémon -finalmente- tem tudo para se tornar uma nova franquia de grande porte. Os fãs agradecem.

Detetive Pikachu está em cartaz nos cinemas de Goiânia.